21 maio 2022 - 11:13

Exame de Teledermatoscopia facilita o diagnóstico de doenças de pele em Treviso

O primeiro passo é realizar uma consulta na Unidade, onde o médico clínico geral solicita o exame de Teledermatoscopia.

O uso da tecnologia tem facilitado o diagnóstico de doenças de pele nos pacientes da Secretaria de Saúde de Treviso. Isso porque a Unidade Dilnei Sonego conta com o serviço de telediagnóstico em dermatologia para os casos com suspeita de câncer de pele ou outras dermatoses.

A telemedicina consiste na emissão de laudos à distância, e tem como objetivo realizar a classificação de risco das lesões de pele e indicar o procedimento médico mais adequado.

Segundo a enfermeira da Unidade, Ravena Pavei Jacinto, o paciente que perceber alterações na pele, como manchas, pintas, sinais que mudam de cor, forma, sangram e feridas que não cicatrizam em quatro semanas, podem procurar a Unidade de Saúde.

O primeiro passo é realizar uma consulta na Unidade, onde o médico clínico geral solicita o exame de Teledermatoscopia. O processo consiste em tirar fotos das lesões de acordo com um protocolo pré-estabelecido e encaminhá-las via portal telemedicina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

“A UFSC analisa as fotos e encaminha o laudo com a descrição, as orientações e os encaminhamentos. Assim, o paciente volta ao clínico geral e, caso necessário, é encaminhado ao dermatologista”, explicou.

A Secretaria de Saúde de Treviso possui um médico dermatologista para atender a população. Além de consultas, o profissional realiza pequenas cirurgias na Policlínica Central.

Desde o segundo semestre de 2021, mais de 50 exames de Teledermatoscopia foram realizados, sendo 20 casos de câncer de pele. Para a enfermeira, o procedimento facilita o diagnóstico precoce das doenças para que o tratamento seja realizado.

Por Rafaela Maffioletti – Prefeitura de Treviso

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-