1 dezembro 2021 - 7:40

Solenidade da Comenda Willy Zumblick acontece neste dia (8), em Tubarão

Será realizada nesta sexta-feira (8), através da Prefeitura de Tubarão e da Câmara de Vereadores, às 19h30, no Salão Nobre da Unisul, a solenidade de entrega da Comenda do Mérito Willy Alfredo Zumblick. A honraria, criada em 2008, que já foi distribuída em 2013 e 2017, neste ano vai homenagear o senador Esperidião Amin, a escritora Lélia Pereira da Silva Nunes e o radialista, escritor e vice-presidente da Fundação Municipal de Cultura Paulo Garcia.

A Comenda Willy Zumblick tem o objetivo de, ao distinguir serviços meritórios e virtudes cívicas, no interesse do município de Tubarão, do Estado de Santa Catarina ou do Brasil, estimular a prática de ações e feitos dignos de honrosas menções. Segundo a Lei 3264, de 12 de dezembro de 2008, os nomes dos três homenageados são indicados pela prefeitura (um nome) e Câmara de Vereadores (dois nomes) ao Conselho da Comenda. As três indicações foram aprovadas no último dia 14.

O ato de entrega da honraria terá, ainda, apresentações artísticas do Coral Municipal de Tubarão e do grupo de teatro Entrepalcos, além da presença de convidados e de autoridades. Segundo a Lei que instituiu a homenagem, o cerimonial de entrega da Comenda Municipal do Mérito Willy Alfredo Zumblick deve ter a presença de um membro da família Zumblick, que ficará em local de destaque durante o evento.

Os homenageados:

Esperidião Amin Helou Filho – nasceu em Florianópolis em 21 de dezembro de 1947. Formado em Administração e bacharel em Direito, iniciou a vida pública no final dos anos 60, quando foi nomeado diretor de administração da Secretaria de Educação e Cultura do estado de Santa Catarina durante o governo de Ivo Silveira. Foi prefeito de Florianópolis em duas oportunidades, governador do Estado também duas vezes, deputado federal e, agora, pela segunda vez, senador.

José Paulo Garcia – nasceu em Laguna em 24 de fevereiro de 1955. É radialista, escritor, historiador e um dos maiores incentivadores do movimento cultural em Tubarão. Formado em História pela Unisul e pós-graduado em História Social pela Fucap, se tornou um personagem popular através do jornalismo esportivo, com passagem pela Rádio Tabajara e Rádio Tubarão, onde atua há mais de 40 anos. Em 1984 lançou o livro O Galhofeiro, primeira obra como escritor. Também é autor de Laguna – amor e paixão na terra de Anita (romance), O caminho de Santa Paulina (documentário), e Páginas da Vida (motivacional). Tem trabalhos publicados também em quatro coletâneas da Academia Tubaronense de Letras, da qual é membro fundador e titular da cadeira número 18. Paulo Garcia também é poeta cordelista e autor de vários espetáculos teatrais, entre eles O Divino Zumblick.

Lélia Pereira da Silva Nunes – nasceu em Tubarão e é escritora e professora aposentada da UFSC. Socióloga de formação e Mestre em Administração Pública (UFSC). Foi superintendente da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (1997-2004), Secretária-Geral do Conselho Estadual de Cultura (1999-2002) e coordenou a U.T. da Cultura da Rede de Mercociudades (2001). É Presidente da Fundação Cultural Aníbal Nunes Pires e Conselheira da Comissão Nacional de Folclore. Pesquisadora da cultura popular de Santa Catarina, concentra sua linha de pesquisa nas sobrevivências culturais açorianas em terras catarinenses, especialmente a Festa do Divino Espírito. Suas referências bibliográficas incluem inúmeros artigos, trabalhos acadêmicos e ensaios, publicados em periódicos, revistas literárias e científicas, de circulação no Brasil e no exterior, bem como em dezenas de apresentações de livros. Também coordenou a edição do Prêmio Franklin Cascaes de Literatura 1998, 2002 e 2003. Como escritora publicou Zumblick, uma história de vida e de arte; Entre Penas e Pincéis (organizadora.); O Italiano em Santa Catarina (co-autora). Lélia faz parte dos Institutos Históricos e Geográficos do Maranhão, Sorocaba (SP), da Ilha Terceira (Açores) e é sócia emérita do de Santa Catarina. Pertence ainda a instituições como o Instituto Açoriano de Cultura, Instituto Cultural de Ponta Delgada e Associação Catarinense de Imprensa. Desde 2013 ocupa a cadeira de número 26 da Academia Catarinense de Letras.

Confira quem recebeu a Comenda Willy Zumblick nas edições anteriores:

25/10/2017 – Governador Raimundo Colombo, ex-vereadora Lúcia Flávia Corrêa Garcia e o médico pediatra Arary Cardoso Bittencourt.

26/09/2013 – Médico anestesista José Warmuth Teixeira, ex-prefeito Irmoto Feurschuette e o empresário Genésio Antônio Mendes.

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-