26 fevereiro 2024 - 8:25

Presidente da Câmara solicita ação para descarte correto de lixo eletrônico

O presidente da Câmara Municipal de São Ludgero, vereador Alexandre Pereira, solicitou ao Executivo Municipal, através de indicação durante sessão legislativa no último dia 24 de fevereiro, que seja realizado um estudo para definir os locais apropriados para a implantação de caixas coletoras de pilhas, lâmpadas, baterias e demais produtos eletroeletrônicos que tenham características poluentes do meio ambiente. A proposta visa facilitar e incentivar a população a realizar o descarte desses materiais de forma mais responsável e frequente.

A preocupação com o impacto ambiental causado pelo descarte inadequado de produtos eletroeletrônicos tem ganhado cada vez mais atenção no mundo todo. Segundo dados da ONU Meio Ambiente, apenas 20% dos resíduos eletrônicos produzidos globalmente são reciclados, e o restante acaba sendo descartado em aterros sanitários, lixões a céu aberto ou até mesmo em rios e mares. Além disso, a destinação incorreta desses materiais pode liberar substâncias tóxicas no meio ambiente, como chumbo, mercúrio e cádmio, que são prejudiciais à saúde humana e ao ecossistema como um todo.

“Há algum tempo a Cegero realizava essa coleta no comércio e destinava para local adequado, o que não será mais feito por conta da cooperativa. Agora precisamos de uma união entre a Câmara, CDL, Cegero e Prefeitura, visando uma solução e parcerias para continuidade dessa ação, tão importante, pois todos os dias as pessoas procuram saber onde podem descartar seus lixos eletrônicos, “ressalta o vereador.

Para o autor da indicação, ao definir os locais apropriados para a implantação de caixas coletoras de produtos eletroeletrônicos, o executivo facilita o acesso da população a esses pontos de coleta, o que pode incentivar as pessoas a realizarem o descarte de forma mais frequente e segura.

Ademais, é importante ressaltar que a responsabilidade pelo descarte adequado de produtos eletroeletrônicos não é apenas dos consumidores, mas também das empresas produtoras, que devem se comprometer a criar políticas de logística reversa e reciclagem desses materiais.

Colaboração Assessoria Câmara Vereadores de São Ludgero

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-