1 março 2021 - 12:35

Polícia Civil elucida latrocínio contra idoso ocorrido no início do ano e prende autor em Criciúma

 No dia 03 de janeiro de 2021, o idoso Ademir Conti, de 64 anos de idade, foi encontrado morto, no  com os braços amarrados, no interior de sua casa no bairro Operária Nova, em Criciúma.
Segundo investigação da Polícia Civil, foi constatado que a causa da morte foi asfixia, praticada com um fio elétrico ao redor do pescoço.
Do interior da residência foram subtraídas a carteira, um relógio, o celular e as chaves, sendo descoberto pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP da DIC – Criciúma, que na data dos fatos o celular roubado esteve em poder de um presidiário que estava usufruindo uma saída temporária de sete dias, sendo a carteira e chaves da vítima encontradas dias depois em uma lixeira, próxima de uma pensão onde o presidiário estava hospedado naquela data.
Ainda segundo a Polícia Civil, o criminoso não retornou ao presídio ao final da saída temporária, passando então a figurar como foragido, sendo expedido na data do último dia 04/02/21, pela 1ª Vara Criminal de Criciúma, um mandado de prisão preventiva contra ele em razão do latrocínio (roubo seguido de morte).
Na noite da última quinta-feira (11), por volta das 21h, agentes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva do autor do crime. Ele foi localizado em um bar no bairro São Defende e na delegacia confessou com detalhes ter assassinado o idoso, estrangulando seu pescoço com um fio elétrico, em razão de discussão sobre um acerto de contas.
Também confessou ter roubado objetos da vítima e trocado por “crack”. A investigação prossegue visando verificar se mais alguém participou do crime. O autor foi encaminhado ao presídio regional de Criciúma.
- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-