17 julho 2024 - 6:32
- Anúncio -

Museu ao Ar Livre abre Exposição sobre os Povos Indígenas Xoklengs na quinta-feira (13/06)

A Exposição “Povos Indígenas: registros dos povos Xoklengs em Orleans e região sul catarinense” abre na quinta-feira (13/06), às 9h, no primeiro piso da Casa de Pedra do Museu ao Ar Livre Princesa Isabel. O objetivo da proposta, é apresentar uma exposição sobre o povo Xokleng, que foi dizimado com o processo de colonização no território de Orleans e região sul catarinense, utilizando de parte do acervo documental, etnográfico e arqueológico existente no Museu.

“O museu possui fotos e objetos da produção material dos Xoklengs. Também possui os documentos da Colônia Grão-Pará, que descrevem confrontos entre os imigrantes europeus e os indígenas. A exposição foi elaborada a partir destes registros e pesquisas bibliográficas. Os indígenas habitavam a região sul catarinense muito tempo antes da chegada dos imigrantes e a exposição dá destaque a estes povos e sua cultura”, destaca Valdirene Böger Dorigon, diretora do Museu e coordenadora geral do projeto.

No dia 13 é aberta gratuitamente a toda a população, e ficará aberta das 9h às 12h e das 13h às 17h e das 18h30 às 20h30. Os demais dias seguem o horário normal de funcionamento do museu das 9h às 12h e das 13h30 às 17h30, de terça a sexta. Aos sábados, domingos e feriados, sem fechar ao meio dia, das 9h às 17h30 até dia 12 de agosto. As instituições escolares ou grupos podem fazer o agendamento para as visitas guiadas pelo WhatsApp (48) 99904 2739. Após este período, a proposta da exposição é itinerar para outros da região sul catarinense.

A exposição é resultado do projeto contemplado pela Fundação Educacional Barriga Verde (Febave), por meio de sua mantida, o Museu ao Ar Livre Princesa Isabel, e desenvolvida pelos seus colaboradores. A proposta foi selecionada pelo Edital da Lei Paulo Gustavo (LPG) D+ SC/2023, está sendo executada com recursos do Governo Federal e Lei Paulo Gustavo de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

Fonte: Ascom / Unibave

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-