24 outubro 2021 - 12:04

MPSC faz operação conjunta com PROCON, SEF e Polícia Civil para fiscalizar possíveis preços injustificados de combustíveis

Fiscalização foi motivada a partir das notícias e de informes do Procon sobre aumentos repentinos e sem justificativa de preços em postos de combustíveis devido aos bloqueios de estradas feitos por caminhoneiros.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), por meio do Centro de Apoio Operacional do Consumidor (CCO), juntamente com o PROCON/SC, a Secretaria de Estado da Fazenda e a Polícia Civil, faz, neste momento, uma operação de fiscalização nos postos de combustíveis da Grande Florianópolis para verificar as suspeitas de aumento injustificado nos preços dos combustíveis.

A operação é uma resposta às denúncias feitas por consumidores ao PROCON/SC e aos Procons municipais e às notícias veiculadas pela imprensa e nas redes sociais que informavam o aumento repentino de preços nos combustíveis que estaria ocorrendo devido ao bloqueio das estradas pelo movimento de paralisação dos caminhoneiros.

Segundo o Coordenador do CCO do MPSC, Promotor de Justiça Eduardo Paladino, nos casos em que realmente for constatado o aumento do valor sem justificativa, o posto de combustível será autuado e o responsável pelo aumento ilegal ou irregular será encaminhado à Polícia Civil, onde será instaurado um boletim de ocorrência para a abertura de um inquérito policial por possíveis crimes contra a economia popular.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-