22 abril 2024 - 5:55
- Anúncio -

Librelato cresce em 2022 e projeta expansão acima do mercado neste ano

Aumento de 20% no faturamento de 2022 foi em função da série Evolut, nova geração de implementos da marca cujos produtos aliam robustez e alta tecnologia.

A Librelato fechou 2022 com expansão de 20% em seu faturamento em comparação com 2021. A empresa comercializou, no ano passado, 12.500 mil produtos, atingindo o faturamento de 2,1 bilhões de reais contra 1,8 bilhão do ano anterior. Em 2023, a implementadora catarinense projeta expansão acima do mercado, impulsionada pela chegada de novas empresas ao Grupo.

“Seguimos crescendo em ritmo acelerado, porque os operadores logísticos estão buscando mais rentabilidade nas operações de transporte e entendem que nossos produtos aliam alta qualidade, robustez e disponibilidade”, comenta o CEO da Librelato, José Carlos Sprícigo.

A série Evolut, nova geração de implementos Librelato lançada em 2021 e com atualizações e novas soluções acrescentadas no ano passado, é a grande responsável pelo crescimento das vendas de implementos da marca, tanto no Brasil como nos mercados externos.

Com um ganho de market share de 1,5 pontos percentuais em comparação com 2021, a Librelato fechou 2022 com participação de 14,2% no mercado brasileiro, o que representa crescimento de 11,8% em relação ao ano anterior. A linha basculante liderou as vendas da empresa, com cerca de 30% de share cada, enquanto a linha graneleira foi responsável por 17% das vendas totais da marca.

Atualmente, a Librelato é a terceira maior implementadora do País e a segunda maior exportadora de semirreboques. No ano passado, a empresa exportou 800 unidades para o mercado externo. Os principais países para os quais a Librelato exportou foram: Paraguai, Chile, Uruguai, Bolívia, Colômbia, Gana e Uganda. A empresa mantém escritório em Portugal, com o objetivo de aumentar suas vendas para o continente africano e, também, para o Oriente Médio. “Nossa presença na Europa também facilita parcerias tecnológicas com implementadoras europeias”, explica Sprícigo.

Operando em ritmo acelerado, para dar conta do crescimento da demanda tanto do Brasil como do mercado de exportação, as unidades fabris da Librelato em Santa Catarina produziram, em média, 50 unidades por dia no ano passado. A empresa projeta expansão de 20% das vendas para este ano e, em função disso, está trabalhando com aumento de 12% da produção diária desde janeiro.

Inovação em vendas de peças

A Librelato chegou ao final de 2022 com 21 lojas Libreparts em operação em todas as regiões do País. Seis delas na Região Sul, sete na Região Sudeste, três na Região Centro-Oeste, quatro na região Nordeste e uma na Região Norte. A expectativa para 2023 é chegar a 30 unidades.

A empresa finalizou o ano com quatro Box Libreparts em operação no Brasil, todos em locais estratégicos para o atendimento aos clientes. Os boxes estão localizados em Caucaia (CE), Uruçuí (PI), Irecê (BA) e Imbituba (SC).

Investimentos

A Librelato seguiu investindo, em 2022, em tecnologias para aprimorar os processos internos de produção e a qualidade dos implementos. Ao todo, a implementadora destinou, nesse período, 46 milhões de reais para essas melhorias. “Devemos ainda finalizar, em 2023, investimentos em torno de 30 milhões de reais. Esse valor será destinado a investimentos em pessoas e à melhoria fabril, para dar continuidade aos planos de automação da empresa”, prevê Sprícigo.

Em janeiro de 2023, a Librelato inaugurou mais uma unidade industrial em Içara (SC), onde são finalizados os produtos em fase de montagem e preparação para entrega. Com isso, a implementadora deve gerar 600 empregos indiretos neste ano, além de fechar 140 contratações diretas. Atualmente, a Librelato emprega 1.800 profissionais.

Colaboração: Marta de Souza – MM EDITORIAL

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-