3 março 2024 - 8:27

Corpo de modelo catarinense que estava desaparecido é encontrado

O corpo do modelo e ator catarinense Ricardo César Merini, de 37 anos, foi encontrado e identificado pela polícia de São Paulo. Segundo o G1, o corpo foi encontrado próximo ao Terminal Bandeira, no Centro de São Paulo, no dia 22, e identificado nesse sábado, dia 28, pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD) após encaminhamento das digitais dactiloscópicas coletadas pelo IML.

O ator estava desaparecido desde o dia 21, quando foi visto pela última vez no bairro da Bela Vista, região central. Ricardo tinha acabado de chegar de Chapecó (SC) e saiu de casa para se encontrar com um amigo.

A família foi chamada para fazer o reconhecimento e reclama da demora entre o momento em que ele foi encontrado, dia 22, e quando foi informada a respeito, na sexta, dia 27. Segundo o Boletim de Ocorrência, o corpo de um homem branco, aparentando 30 anos, foi encontrado próximo ao Viaduto Doutor Eusebio Stevaux, no Centro. Uma ambulância do Samu confirmou a morte.

O corpo foi encaminhado ao IML Central sem identificação. A causa da morte, de acordo com o médico legista, foi traumatismo craniano. As impressões digitais foram coletadas por agentes do IML e encaminhadas ao IIRGD para que fosse feita a identificação.

Paralelamente, a partir das informações do Samu, investigadores do DHPP compareceram ao IML e encontraram bastante semelhança com o desaparecido. De acordo com a apuração da TV Globo, eles pediram, então, ao IIRGD, uma consulta, e a identidade da vítima foi obtida.

Uma amiga do ator contou como foram as últimas ações de Ricardo. Segundo Fernanda, “ele saiu de casa no sábado à noite depois de chegar do aeroporto. Chegou de uma viagem e se arrumou para encontrar com um amigo que estava a uns minutos dele a pé de onde ele mora. Ele saiu a pé, mas não chegou nesse amigo. Eles estavam se falando por mensagem, mas não mandou mais informação”, afirmou.

Ela disse que o celular do modelo foi localizado em uma favela, e a polícia havia sido informada. A família de Ricardo é de Santa Catarina e estava na capital para acompanhar as buscas.
Fonte: Litoral Sul

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-