22 setembro 2021 - 6:56

COFEM defende voto auditável

O Conselho das Entidades Empresariais de Santa Catarina decidiu pela manifestação pública em defesa do fortalecimento da democracia

Reunido nesta segunda (9), o Conselho das Entidades Empresariais de Santa Catarina decidiu pela manifestação pública em defesa do fortalecimento da democracia, com poderes harmônicos e independentes

O Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) emitiu nota oficial defendendo o voto auditável. A manifestação foi decidida durante reunião nesta segunda (9).

Leia abaixo a íntegra da nota oficial:

“O Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) manifesta a importância de fortalecer a democracia, com poderes harmônicos e independentes.

O respeito à decisão popular é questão central neste sentido e, por isso, o setor produtivo de Santa Catarina considera que o voto deve ser livre e auditável, como forma de defesa da própria democracia.

O COFEM é integrado pelas federações da Indústria (FIESC), Agricultura (FAESC), do Comércio (Fecomércio), dos Transportes (Fetrancesc), das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), das Associações Empresariais (FACISC), das Micro e Pequenas Empresas (Fampesc), além do Sebrae-SC.”

Fonte: Assessoria de Imprensa da FIESC

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-