21 setembro 2020 - 1:25

Capital Nacional do Gado Jersey: monumento será entregue no dia 17

Está marcada para o dia 17 de março a entrega oficial do Monumento ao Gado Jersey. O ato acontece às 19 horas no Trevo de acesso à SC-108 e SC-370, em Braço do Norte. Desde 31 de maio de 2017, Braço do Norte é reconhecida como a Capital Nacional do Gado Jersey. A Lei nº 13.447/2017 é de autoria do então deputado federal Ronaldo Benedet e foi sancionada pelo presidente Michel Temer. Conforme o prefeito, Beto Kuerten Marcelino, o Monumento ao Gado Jersey é uma homenagem aos produtores rurais percursores da criação bovina no município. “Temos que nos orgulhar e por isso a administração irá referenciar, através do monumento, o esforço diário dos nossos criadores e de toda uma cadeia produtiva que destacou Braço do Norte a nível nacional na atividade”, comentou. O gado Jersey tem como origem uma pequena ilha chamada de Jersey, na Grã- Bretanha, entre a Inglaterra e a França.

No Brasil, os primeiros animais chegaram ao Rio Grande do Sul em 1896. Na região do Vale do Braço do Norte, os primeiros animais com sangue mais apurado chegaram por volta de 1970. Entre as várias características, as mais notáveis são: animal extremamente dócil, leite de mais gordura e maior quantidade de sólidos. Produz, em média, de 15 a 25 quilos de leite ao dia, tem vida longa e pode ser criado em qualquer Estado do Brasil. No início dos anos 70, o município tinha apenas gado de leite comum e, graças a uma das famílias Ricken, é que entraram na região os primeiros touros da raça Jersey não puros, mas já com algum sangue melhorado. No começo dos anos 80, alguns criadores de gado da região fundaram a ACCB – Regional Sul (Associação Catarinense dos Criadores de Bovinos – Regional Sul) e isto atraiu mais criadores a investir em gado melhorado, no gado PO (Puro de Origem). Passados mais alguns anos, muitos criadores já tinham gado PO vindo de várias regiões e o desafio foi ver quem estava acertando mais na escolha do plantel e a necessidade de se fazer uma exposição foi imediata.

A primeira exposição foi realizada nas antigas instalações do CTG de Braço do Norte (antiga estrada para São Ludgero), no ano de 1991. Depois, a exposição cresceu e em 2004 veio a primeira edição da Feagro (Feira e Exposição Agropecuária do Vale de Braço do Norte e Região). Braço do Norte é constituída de pequenas propriedades e com uma topografia muito acidentada, oque não permite que o produtor tenha muito gado. Ele precisa explorar ao máximo seu plantel e, com o crescimento da suinocultura, veio a necessidade de aproveitar os dejetos nas áreas de pastagens. Viagens, importação de gado, sêmen do Canadá e pastagens melhoradas foi o solavanco necessário para tornar a região uma das melhores em qualidade de gado Jersey. Muitas pessoas contribuíram para o crescimento do gado Jersey no Município.

Colaboração: Suham Dellatorre – Assessoria de Comunicação | JP5004SC

 

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-