22 outubro 2021 - 4:08

Weber encabeça luta contra o fim de termoelétrica e prega nova rede ferroviária

Na manhã de ontem, sexta-feira (12), o deputado Volnei Weber (MDB) esteve reunido com o diretor-presidente da Ferrovia Tereza Cristina, Benony Schmitz Filho. Na pauta dois assuntos importantíssimos para a região de Tubarão: a termoelétrica de Jorgte Lacerda e a construção de uma nova ferrovia ligando litoral ao planalto.

O parlamentar foi autor de uma moção dirigida ao Fórum Parlamentar Catarinense pedindo a intervenção junto ao governo federal para a criação de um comitê para estudar propostas que evitem a desativação do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, em Capivari de Baixo. O pedido foi acatado pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Esse grupo de trabalho, criado em janeiro desse ano, tem um prazo de seis meses para apresentar um diagnóstico sobre a geração termelétrica e mineração de carvão. Outro ponto importante a se destacar é que 97% do faturamento da Ferrovia Tereza Cristina está atrelado ao complexo termoelétrico e, com o seu fechamento, o impacto econômico seria catastrófico.

O segundo ponto debatido na reunião foi a construção de uma nova rede ferroviária ligando o litoral ao planalto oeste catarinense, o que iria contribuir fortemente para o desenvolvimento de Santa Catarina.

“São dois assuntos de extrema importância para nosso Estado. Um com impacto muito grande, principalmente, econômico para SC, que é essa nova rede ferroviária. Já o outro com prejuízos econômicos, financeiros e sociais incalculáveis. Por isso, estou encabeçando essas lutas para que Santa Catarina evolua sempre e seus munícipes não sejam afetados, mais do que já estão no momento atual”, explica Weber.

Fonte: Ascom/Deputado Volnei Weber

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-