28 fevereiro 2021 - 10:39

Volta às aulas: Nova Veneza inicia semana pedagógica

A Prefeitura de Nova Veneza, através da Secretaria de Educação, deu início nesta segunda-feira (8), a Semana Pedagógica para planejar e orientar os profissionais para o ano letivo de 2021. Este ano, devido a pandemia, as atividades estão divididas entre presencial e online, para evitar aglomeração e preservar os profissionais que pertencem ao grupo de risco.

Na abertura, o prefeito Rogério Frigo destacou que será um ano difícil, mas diz estar confiante com o desempenho dos educadores e alunos. “Sabemos que será um ano muito difícil e com desafios semelhantes aos do ano passado. Mas vamos estar dedicados a continuar garantindo uma educação de qualidade para as nossas crianças. Nossas escolas estão sendo preparadas para que no retorno das aulas, todos tenham segurança”, afirma.

O vice-prefeito, Elzio Milanez, que também é da área de educação, reforçou a importância do empenho de todos nesse momento. “Ano passado tivemos que nos reinventar e aprender com a pandemia. Na educação, o desafio é muito grande, mas possuímos grandes profissionais e tenho certeza que vamos superar as dificuldades, todos juntos, aprendendo e evoluindo para garantir o melhor ensino para as nossas crianças”, comenta.

Atualmente, a educação do município conta com 220 profissionais, que atuam em 12 escolas do ensino infantil e fundamental. “Estamos com uma equipe de profissionais qualificados e prontos para iniciarem o ano letivo. Nossas unidades escolares serão higienizadas, os professores terão que utilizar os epis e todos terão que respeitar o distanciamento”, destaca o secretário de educação Heriton Sandrini.

O secretário explica ainda, como vão funcionar as aulas. “Nós vamos seguir todos os protocolos sanitários exigidos. Portanto, vamos ter um distanciamento entre alunos e professores, desde o transporte até as atividades curriculares.” Destaca. Cada sala de aula terá um número reduzido de mesas e cadeiras. “Os alunos que vão estudar em casa, terão todos os conteúdos disponibilizados numa plataforma. Garantindo assim, o ensino remoto, sem perder atividades”, enfatiza Sandrini.

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-