17 abril 2024 - 2:32
- Anúncio -

Trabalhadores e ex-empregados de empresa Têxtil, de Forquilhinha e Cocal do Sul, dividirão um total de R$ 539

Um total de 1.051 trabalhadores e ex-empregados da empresa Teixeira Têxtil, unidades de Forquilhinha e Cocal do Sul, dividirão um total de R$ 539 mil, resultado de ação coletiva promovida pelo Sindicato, cobrando insalubridade nos locais de trabalho, setor de produção, nos meses de verão.
Acordo firmado entre as diretorias do Sindicato e da empresa, em ação coletiva iniciada em 2017, foi aprovado em duas assembleias realizadas nesta segunda-feira (21), no Auditório Milton Mendes de Oliveira, na sede social do Sindicato.
“Têm direito a receber adicional de insalubridade os trabalhadores com contratos de trabalho em vigor e os ex-empregados com contratos de trabalho rescindidos após 9 de novembro de 2015”, explica o presidente do Sindicato, Carlos de Cordes, o Dé.
Conforme o assessor jurídico do Sindicato, Dr. Edson Mendes de Oliveira, “a empresa desembolsará em 25 parcelas o total apurado no acordo estabelecido, que serão mensalmente repassadas, começando pelos que têm menores valores a receber”.
Os trabalhadores a cada dia 15, a partir do próximo abril, mensalmente, receberão na sede do sindicato os valores a que têm direito. “A maior parte dos beneficiados são pessoas que não trabalham mais na empresa”, informa Carlos de Cordes.
Além deste, atualmente, outros cinco acordos coletivos estão sendo pagos pelo Sindicato, sempre no dia 15 de cada mês, ou no primeiro dia útil subsequente, em caso a data coincidir com finais de semana ou feriados.
No total, mais de 2,5 mil trabalhadores foram beneficiados em ações coletivas movidas pelo Sindicato nos últimos anos, quando foram cobrados direitos como insalubridade e periculosidade sonegados por empresas e que, na maioria dos casos, os próprios trabalhadores desconheciam o direito.
spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-