30 novembro 2020 - 9:27

Suspeito de aplicar golpe do cartão de crédito clonado é preso pela Polícia Civil

No final da manhã desta quinta-feira (05), a Polícia Civil, por meio da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Criciúma, apreendeu em flagrante um dos envolvidos em diversos crimes de estelionatos perpetrados contra pessoas em Criciúma.

O homem suspeito de estar praticando o golpe do cartão de crédito clonado no município, estava hospedado em um hotel no bairro Nossa Senhora da Salete e foi detido em flagrante, por volta das 11h30 desta quinta-feira, no momento em que saia para tentar fazer uma idosa de vítima.

No quarto onde ele estava, a Polícia Civil encontrou cartões de crédito, máquinas leitoras de cartão, dinheiro, drogas para consumo e uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada. As investigações ainda seguem. O homem deve ser indiciado pelo crime de estelionato.

Sobre o Golpe

Segundo a Polícia Civil, aproveitando do isolamento social, a ação criminosa se iniciava com uma ligação para a casa da vítima, em sua grande maioria idosas, afirmando que seu cartão bancário foi clonado.

Após ludibriar o idoso e capturar as senhas, através do telefone, os criminosos pedem as vítimas para colocar os cartões junto a uma carta escrita de próprio punho e entregá-los a um representante do banco ou policial que passará logo em seguida em sua residência.

De posse dos cartões (chip íntegro) e das senhas das vítimas, os criminosos dilapidam todo o dinheiro depositado na conta bancária, através de saques e compras fraudulentas em outros estados.

A Polícia Civil ressalta à população que as instituições bancárias não aplicam esse tipo de procedimento quando há clonagem de cartões. O banco nunca solicita o recolhimento do cartão. Quem possuir suspeitas e dúvidas sobre a segurança da sua conta bancária, deve entrar em contato pessoalmente com os representantes do banco, e, caso seja informado por ligação, ainda é recomendado que a senha não seja fornecida.

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-