17 maio 2022 - 3:24
- Anúncio -

Semana Municipal de Conscientização do Autismo oportuniza a difusão de informações e orientações às famílias de São Ludgero

Oportunizar às famílias de São Ludgero mais informações e orientações. Esse é um dos objetivos da criação da Semana Municipal de Conscientização do Autismo, oficializada por meio da Lei Ordinária nº 2.190/2020, sancionada pelo prefeito Ibaneis Lembeck, o Iba, com a iniciativa da então vereadora, hoje Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Maria Marlene Schlickmann, e aprovada pelos demais Edis. Devido à pandemia do Coronavírus e às restrições por ela imputadas a todos os setores da sociedade, neste ano, as atividades relacionadas à referida semana, que acontece no período de 1º ao dia 7 de abril, serão realizadas por meio de ações junto aos estudantes das redes de ensino, bem como, textos informativos veiculados na imprensa e nas redes sociais. O Dia Mundial de Conscientização do Autismo, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), é amanhã, sexta-feira, 2 de abril.

     Entre as ações que podem ser realizadas durante a Semana Municipal de Conscientização do Autismo, campanhas publicitárias, institucionais, seminários, palestras e cursos abordando o tema específico.

      O Autismo não é uma doença. Isso precisa ficar bem claro às pessoas. É uma condição neurológica marcada por dificuldades no desenvolvimento da linguagem, nos processos de comunicação, na interação e no comportamento social. Os sintomas do autismo normalmente se manifestam até os três anos de idade. A genética e os fatores ambientais, como complicações no parto ou no período neonatal, desempenham um papel chave nas causas do transtorno.

       A nomenclatura atual que é utilizada para designar o autismo é “Transtorno do Espectro Autista (TEA)”, por ser um conjunto de comportamentos que afeta cada indivíduo de modo e grau diferentes, com uma ampla variedade.

         Para a professora do Atendimento Educacional Especializado (AEE), que atua no Centro Educacional Professor Henrique Buss, instituição que integra a Rede Municipal de Ensino, Edna Nazário Corrêa Soethe, com formação em séries iniciais, complementação em Educação Especial, Pós-Graduada em Educação Especial e Pós-Graduada em Neuropsicopedagogia Clínica, a semana do autismo é de fundamental importância para divulgação de informações à sociedade. “O Autismo é um transtorno que está em estudo, mas que se têm muitas informações que pode esclarecer. É um transtorno neurobiológico que afeta a interação social, comunicação e comportamento. Autistas são diferentes entre si, por isso o significado do símbolo quebra-cabeça, pois precisam de organização, ou seja, precisam de uma organização no dia-a-dia. Os Autistas possuem uma sensibilidade específica, na alimentação (seletividade), cheiro, barulhos (sons), recusa do contato visual e tendem a isolar-se. É de grande importância a observação por parte da família e na dúvida a busca através da investigação com um especialista Neuropediatra ou Psiquiatra Infantil. O diagnóstico fechado até os três anos, proporciona a estimulação precoce, fazendo com que o indivíduo tenha autonomia nas atividades da vida diária, e atuação na sociedade. Os autistas se destacam em muitas habilidades como música, cálculos, entre outros. Cada dia é um desafio aos educadores, buscando sempre o melhor na aprendizagem e autonomia”, informa Edna. Ela completa com o pensamento de Rubem Alves. “Nós não vemos o que vemos, nós vemos o que somos. Só vêem as belezas do mundo, aqueles que têm belezas dentro de si.”

            A Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Maria Marlene Schlickmann, diz que a Lei também faz a orientação para que estabelecimentos públicos e privados insiram nas placas de atendimento prioritário a fita “quebra-cabeça”, símbolo mundial da conscientização do Transtorno do Espectro Autista (TEA). “Entendo como um grande avanço, pois quanto maior o conhecimento difundido na sociedade, maior será a oportunidade de compreensão, inclusão social e a garantia dos direitos desses cidadãos”, enfatiza a secretária.

              O prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, ao falar da sanção da Lei reforça a importância difusão das informações corretas sobre o assunto, fazendo com que as pessoas entendam e aprofundem o conhecimento e assim todos possam viver em sociedade, independente de suas diferenças individuais. “Entendo como importante a Semana de Conscientização do Autismo fazer parte do calendário de eventos de São Ludgero para construirmos cada vez mais uma sociedade esclarecida, informada, consciente, evoluída e unida, independente das diferenças existentes”, pontua.

Colaboração: Bertoldo Kirchner Weber – Assessor de Comunicação

Município de São Ludgero

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-