13 junho 2024 - 5:35
- Anúncio -

Seis pessoas são denunciadas pela morte de mulher em São Joaquim

Corpo nunca foi encontrado. As investigações concluíram que o homicídio foi cometido em razão de uma suposta dívida com uma facção criminosa

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) denunciou à Justiça seis suspeitos pelo envolvimento no assassinato de uma mulher de 35 anos em fevereiro do ano passado. Todos estão presos preventivamente e agora respondem a uma ação penal. O objetivo é que eles sejam julgados e condenados pelo tribunal do júri da comarca.

A vítima, Ritchelle Magdi Popengem, morava em Lages e disse à família que iria a São Joaquim encontrar-se com amigos, mas nunca mais foi vista. As investigações realizadas pelos órgãos de inteligência concluíram que ela foi morta em razão de uma suposta dívida com uma facção criminosa. Seu corpo jamais foi encontrado, mas todas as evidências apontam para o assassinato.

A denúncia elaborada pela 2ª Promotoria de Justiça da comarca cita os crimes de homicídio por motivo torpe e dissimulação; ocultação de cadáver; fraude processual, pois os réus teriam alterado a cena do crime; corrupção de menores, afinal um adolescente teria sido envolvido na trama; coação no curso do processo, pois testemunhas teriam sido ameaçadas durante as investigações; e organização criminosa.

Entre os réus estão quatro homens e duas mulheres. Segundo consta nos autos, eles exerceram diferentes funções no contexto dos fatos, por isso respondem por crimes distintos.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC – Correspondente regional em Lages

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<