3 março 2024 - 10:31
- Anúncio -

São Ludgero mais próximo de construir o Memorial Huberto Rohden

 O prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, assinou e entregou a Ordem de Serviço para a empresa PGO Engenharia Eirelli, de Blumenau, ganhadora do processo licitatório, para elaborar o projeto arquitetônico e expográfico para implantação do Memorial Huberto Rohden em espaço específico, na parte térrea, do Centro Cultural Multiuso Dimas Schlickmann.

       O ato de assinatura aconteceu no dia 10 de novembro com representantes da Gestão Municipal e da empresa contratada. A Prefeitura vai investir, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, na elaboração do projeto o valor de R$ 66.150,00. A proposta do projeto é retratar de forma fidedigna, com embasamento teórico e pesquisa histórica, a vida e obra de Huberto Rohden em um memorial a ser construído em uma área de 201,98 metros quadrados.

         Ao falar sobre o investimento, o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, e a Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Maria Marlene Schlickmann, enfatizam que é uma importante etapa para concretização de mais um objetivo da atual Gestão Municipal, a construção do memorial.

      Em São Ludgero, a Biblioteca Pública Municipal recebe o nome do filósofo Huberto Rohden, uma homenagem e eternização de sua contribuição à humanidade. Nela as pessoas encontram o acervo completo e também algumas exposições sobre a vida e a obra do autor.

        Uma síntese de Huberto Rohden – Ele, Huberto Rohden, saiu da roça e conquistou o mundo. Teve a oportunidade de conviver e ter vários diálogos apurados sobre filosofia com o cientista Albert Einstein. Era um intelectual, professor e escritor renomado. Nasceu em São Ludgero em 30 de dezembro de 1893 e faleceu no dia 7 de outubro de 1981. Os restos mortais estão no Cemitério Municipal de São Ludgero, desde o ano de 2007, quando foram transferidos de São Paulo.

       Descendente de imigrantes da Westfália, na Alemanha, iniciou sua infância trabalhando na roça com os pais e seus 13 irmãos e, em 1915, aos 22 anos, já escrevia para revistas e fez a publicação do seu primeiro livro. Aos 27 anos, foi ordenado padre com atuação em Florianópolis. Depois foi transferido para Laguna.

     Em 1925 embarcou para Áustria para estudar e, posterior, para Holanda e Itália. Em 1928, retornou ao Brasil, atuou em algumas paróquias e percorreu pelo país dando palestras e participando de conferências. Em 1943, de forma oficial e publicando uma carta aberta para seus leitores e amigos, saiu da Ordem dos Jesuítas a qual pertencia. Em 1944, casou-se com Anna Maria Gerda Magdalena Rosenthal, natural de Berlim, com quem teve um filho. Foi Huberto o autor que publicou a obra “Einstein – O Enigma do Universo”.

       Em 1946, Huberto Rohden inicia sua história como professor da American University, de Washington, nos Estados Unidos, trabalhando com filosofia universal e religiões comparadas. Em seguida criou o Brazilian Center, centro cultural que promoveu relações entre o Brasil e os Estados Unidos.

        Em 1951 retornou ao Brasil com a família e seguiu com a publicação de várias livros e fez a tradução de várias obras mundiais. Seguiu com as palestras de autoconhecimento pelo Brasil, inclusive, num segundo momento por meio da Instituição Cultural e Beneficente Alvorada, fundado por ele, com representantes em diversos Estados, ministrou inúmeros cursos de filosofia univérsica e filosofia cósmica. Em sua carreira, ao todo, foram 65 livros publicados e traduzidos.

Colaboração: Bertoldo Kirchner Weber

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-