25 outubro 2020 - 1:02

São Ludgero: Confirmado em 2020 o primeiro foco positivo para o mosquito Aedes Aegypti

  São Ludgero confirmou o primeiro foco positivo em 2020 para o mosquito Aedes Aegypti transmissor das doenças Dengue, Zika e Chikungunya. Um trabalho de orientação a uma distância de 300 metros do local está sendo realizado pela equipe Vigilância em Saúde. O pedido da Secretaria de Saúde é para que as pessoas eliminem possíveis criadouros motivados pela água parada em recipientes existentes em residências, estabelecimentos comerciais, áreas industriais e imóveis em geral.

   O foco confirmado está localizado no bairro Parque das Acácias, Margem Esquerda do rio Braço do Norte. Atualmente estão sendo monitoradas 62 armadilhas na cidade e mais 10 pontos estratégicos pela Vigilância em Saúde. As Agentes de Endemias, Aline Dutra e Jéssica Pignatel, enfatizam que o combate ao mosquito vai além das ações do setor público. “É preciso que as pessoas adotem cuidados básicos em residências e empresas para que não exista o acúmulo de água parada, motivando a proliferação do Aedes Aegypti”, alertam.

    Durante o ano, entre os meses de novembro a maio, é considerado o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, diante do calor e as chuvas que são condições ideais para a proliferação.

    A Secretária de Saúde, Nilva Schlickmann Pickler, em relação ao foco encontrado diz que o remédio mais eficaz é não dar chance para o mosquito nascer. “Ao longo dos últimos anos o poder público de São Ludgero fez intenso trabalho de orientação e conscientização. Foram palestras em escolas, campanhas incentivando ações preventivas, distribuição de folders, colocação de cartazes em pontos estratégicos, outdoor, campanhas através dos meios de comunicação diversos, orientações junto aos motoristas, visitações às residências e até mutirões para limpar lotes baldios fizeram parte das ações. O que precisa é a atitude preventiva das pessoas”, pontua. Ela completa sugerindo que as pessoas aproveitem o período de quarentena em relação ao novo Coronavírus para fazerem uma revisão nos ambientes. “Se cada um fizer a sua parte, juntos superamos os desafios, combatemos as doenças, e salvamos vidas”, conclui a secretária.

Sugestões de medidas preventivas:

– Limpe ralos e canaletas externas;

– Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;

– Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;

– Tampe os tonéis e caixas d’água;

– Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

– Mantenha as calhas sempre limpas;

– Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;

– Mantenha lixeiras bem tampadas;

– Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;

– Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;

– Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;

– Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa;

– Realize manutenção periódica de áreas de piscinas etc…

Colaboração: Bertoldo Kirchner Weber – Assessor de Comunicação

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-