1 março 2024 - 4:35

Santa Catarina suspende eventos com aves como forma de prevenção à Influenza Aviária

A medida se aplica a todo território catarinense pelos próximos 90 dias.

Segundo maior produtor de aves do Brasil, Santa Catarina reforça as medidas de prevenção contra a Influenza Aviária. A Secretaria de Estado da Agricultura e o Instituto do Meio Ambiente (IMA) publicaram Portaria Conjunta nº 16/2023 nessa segunda-feira, 27, que suspende todos os torneios de canto e exposições de pássaros, assim como a participação de aves em exposições agropecuárias. A medida se aplica a todo território catarinense pelos próximos 90 dias.

“Santa Catarina é um estado de excelência em sanidade animal e nesse momento todos os nossos esforços estão concentrados em evitar a entrada da Influenza Aviária. A avicultura tem um papel fundamental para a economia catarinense, representa o maior faturamento nas exportações e envolve milhares de famílias no campo. Por isso a atenção de todos é fundamental. Nesse momento, decidimos suspender os encontros que envolvem aves para evitar a contaminação e proteger nossos plantéis”, ressalta o secretário da Agricultura, Valdir Colatto.

A proibição é válida para todas as espécies de aves de produção criadas para quaisquer finalidades, bem como passeriformes e demais aves silvestres. A Portaria é mais uma ação do Estado para proteger o plantel e manter a avicultura como uma das principais atividades econômicas de Santa Catarina.

Esta semana, Paraná e Rio Grande do Sul também anunciaram a proibição de eventos envolvendo pássaros como forma de prevenção à Influenza Aviária.

Casos na América do Sul

Os catarinenses reforçaram as medidas de prevenção e vigilância após notificação de casos de Influenza Aviária no Chile, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela, Bolívia, Uruguai e Argentina. O estado é o segundo maior produtor e exportador de carne de aves do Brasil e, em 2022, abateu mais de 835 milhões de frangos.

União de esforços

A principal região do país produtora e exportadora de carne de frango é a região Sul, que responde por mais de 64% dos abates de frango. Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul estão articulando ações integradas para evitar a entrada da doença.

O que é Influenza Aviária?

A Influenza Aviária é uma doença viral contagiosa que afeta várias espécies de aves silvestres e domésticas e pode ser transmitida pelo ar, água, alimentos, materiais e pessoas contaminadas e pelo contato com aves doentes. Quando causada por subtipos de vírus altamente patogênicos leva a altas taxas de mortalidade nas aves.

É importante ressaltar que a doença apresenta baixo risco para os humanos e não há qualquer relação com o consumo de carnes ou ovos.

No caso do aparecimento de problemas respiratórios, digestivos, nervosos ou mortalidade das aves acima do normal, a Cidasc deve ser imediatamente notificada pelo telefone: 0800 643 9300.

Veja como evitar a transmissão da Influenza Aviária

Para prevenir a entrada e o alastramento da doença em SC, a Cidasc recomenda:

Proíba o contato de pessoas estranhas com as aves da sua propriedade;

Restrinja o contato das suas aves com as aves de vida livre;

Mantenha suas aves em área restrita, deixando a comida e a água em local protegido, sem acesso de aves de vida livre;

Por Ana Ceron: Assessoria de Imprensa – Secretaria de Estado da Agricultura

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-