14 julho 2024 - 4:11
- Anúncio -

Rota da Encosta da Serra Geral irá promover o turismo resgatando a história da Região

Além dos atrativos turísticos e as incríveis belezas naturais, acontecimentos históricos importantes passaram por aqui, como a Revolução de 1930.

Nesta semana ocorreu um encontro no município de Anitápolis com lideranças políticas e empresários para debater sobre a criação da Rota Turística da Encosta da Serra Geral. Participaram do encontro a prefeita de Anitápolis Solange Back, o prefeito de Grão-Pará Hélio Alberton Júnior, o prefeito de Rio Fortuna Neri Vandresen, o prefeito de Santa Rosa de Lima Salésio Wiemes, o diretor executivo da Amurel Celso Heidemann, o secretário de turismo de Gravatal e coordenador do Colegiado de Turismo e Cultura da Amurel Thiago Deodato e lideranças empresariais da região.

Além dos atrativos turísticos e as incríveis belezas naturais, das quais toda essa região é privilegiada, acontecimentos históricos importantes passaram por aqui, como a Revolução de 1930.

Abaixo um trecho do artigo escrito pelo diretor executivo da Amurel, Celso Heidmann, que teve como referência o livro Tombados e Esquecidos do escritor Valmir Lemos.

Após a passagem por Tubarão, as tropas revolucionárias prosseguiram avançando pelo vale do Rio Braço do Norte, informando o povo dos objetivos da revolução, bem como angariando novos adeptos ao levante. Na cidade de Rio Fortuna, as tropas estiveram paradas aguardando a chegada de reforço que vinham do Rio Grande do Sul para fortalecer a coluna, visto que as informações que chegavam até os revolucionários era de que em Anitápolis (Serra da Garganta) havia um contingente bem armado, em ponto estratégico de difícil acesso.

Neste tempo, de parada em Rio Fortuna, José Heidemann, meu avô contava um fato ocorrido com ele. José Heidemann morava em Rio fortuna na comunidade Rio Pinto e estava em transição para o município de Santa Rosa de Lima, pois havia se casado (1928) e estava preparando a propriedade que havia comprado para a mudança definitiva para Santa Rosa de Lima – ficou dois anos em transição. Em um dos deslocamentos, entre Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima, os revolucionários estavam aguardando reforço em Rio Fortuna e acabaram requisitando seus dois cavalos. Contava ele que um dos cavalos foi devolvido no dia seguinte, fato ocorrido em 07/10/1930, conforme relatado no Livro Tombados e Esquecidos de Valmir Lemos

Durante o encontro, realizado na sede da pousada Encantos da Serra, foi apresentada toda a extensão da rota e debatido com os presentes qual infraestrutura necessária para que a Rota se torne realidade.

“O potencial turístico de uma região se torna ainda mais forte quando conseguimos aliar elementos culturais e históricos. Essa Rota vai impactar na economia de toda a região, atraindo turistas do mundo todo, fazendo com que a história seja preservada e compartilhada”, destacou o secretário de turismo de Gravatal e coordenador do Colegiado de Turismo e Cultura da Amurel Thiago Deodato.

Um dos encaminhamentos da reunião foi que o corpo técnico da Amurel irá percorrer a possível rota, buscando definir o melhor traçado e demais informações que possam subsidiar o ante projeto que será apresentado no próximo encontro com os atores envolvidos, sejam eles agentes políticos e empreendedores do turismo.

Fonte: Ascom / Amurel

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<