13 abril 2024 - 11:38
- Anúncio -

Resultado negativo na 23ª rodada

O Criciúma buscou o marcador, mas acabou com um resultado negativo no estádio Heriberto Hülse na 32ª do Campeonato Brasileiro da Série B. O Tigre recebeu a Chapecoense na noite desta sexta-feira (13/10) e acabou derrotado pelo placar de 2 a 1. O gol carvoeiro foi marcado por Hygor, nos minutos finais da partida. A noite marcou a comemoração de 17 anos da torcida organizada Os Tigres, que preparou um mosaico especial antes do apito inicial. E o volante Barreto alcançou a marca de 150 jogos com a camisa do Tigre.

Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Cláudio Tencati segue com 51 pontos na Série B. O Criciúma volta a jogar fora de casa na próxima rodada. Os carvoeiros enfrentam o CRB no sábado (21/10), às 17 horas, no estádio Rei Pelé.

O Tigre tomou a iniciativa e teve boas oportunidades no primeiro tempo com Fellipe Mateus, e Fabinho, mas os visitantes abriram o marcador com Gustavo Cazonatti aos 24 minutos. O Criciúma respondeu na sequência com a finalização na trave de Jonathan. Os carvoeiros seguiram buscando o empate e Hygor teve um gol anulado aos 42 minutos por estar em impedimento. A Chapecoense fez seu segundo gol aos 15 minutos do segundo tempo com Gustavo Cazonatti. Mesmo com um jogador a menos após a expulsão de Rayan, o Tigre diminuiu aos 52 minutos com Hygor, após assistência de Marcelo Hermes.

BARRETO ALCANÇA A MARCA DE 150 JOGOS NO TIGRE

O volante Barreto alcançou a marca de 150 jogos na partida. Antes do confronto, o jogador recebeu uma camisa comemorativa e um quadro e uma placa das mãos do presidente do Criciúma, Vilmar Guedes, do gerente de futebol, Alex Brasil, e do diretor jurídico do clube, Alan Deleon Rosso. Barreto retornou ao Tigre em julho e disputou seis partidas na Série B, sendo titular em três oportunidades.

Gustavo Bonatto Barreto tem 27 anos e iniciou a carreira nas categorias de base do Criciúma, onde fez seu primeiro jogo como profissional em 2014, na reta final do Campeonato Brasileiro da Série A. O atleta teve passagens pelo Red Bull Bragantino, Ponte Preta e Botafogo, até se transferir para a Bélgica, no RWD Molenbeek, onde obteve o acesso para a primeira divisão e o título.

Na disputa do Brasileiro da Série B, Barreto soma duas conquistas. A primeira em 2019 pelo Red Bull Bragantino e a segunda em 2021 pelo Botafogo. No currículo ainda está a passagem pela Seleção Brasileira Sub-23 na disputa dos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto, no Canadá, onde foi titular absoluto na campanha do bronze.

Fonte: Assessoria de imprensa C.E.C.

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-