23 maio 2024 - 10:37
- Anúncio -

Projeto Senac e Polícia Civil por Elas anuncia a edição 2023/24 para combater a violência contra mulheres por meio da educação

Assinatura ocorreu no dia em que a Lei Maria da Penha completa 17 anos

No dia em que a Lei Maria da Penha, que tornou crime a violência doméstica e familiar contra a mulher, completou 17 anos, o Senac SC e a Polícia Civil retomam o projeto “Senac e Polícia Civil por Elas” para a edição 2023/24. O programa visa desenvolver estratégias de enfrentamento à violência contra mulheres e oferecer apoio às vítimas por meio de capacitação e qualificação profissional. A parceria entre as instituições busca fortalecer a luta contra a violência de gênero e promover a autonomia financeira das mulheres.

A assinatura do acordo de cooperação técnica, ocorrida na tarde de segunda-feira (07) contou com a presença de Alexandre Meneguetti, diretor regional do Senac SC, Renato Barcellos, superintendente da Fecomércio SC e do diretor do Sesc SC, Jeison José da Matta. Pela Polícia Civil, estiveram presentes o delegado geral, Ulisses Gabriel, delegada e coordenadora estadual das Delegacias de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idosos (DPCAMI), Patrícia Zimmermann e outros representantes.

Desde 2021, o Senac SC se uniu à Polícia Civil nessa iniciativa. O projeto está estruturado em dois eixos principais: capacitação e oferta de cursos de qualificação profissional para mulheres vítimas de violência. A capacitação é realizada pela Polícia Civil e visa orientar alunos, professores e a comunidade escolar do Senac na identificação de situações de violência contra a mulher, além de fornecer orientação para enfrentar esse tipo de violência.

Já os cursos de qualificação profissional, disponibilizados pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG), serão oferecidos às mulheres, cis ou transgêneras, indicadas pela Polícia Civil em todas as regiões de Santa Catarina, proporcionando autonomia financeira e contribuindo para a quebra do ciclo de violência.

“A violência contra as mulheres é uma questão complexa que requer estratégias diversificadas para combatê-la. O projeto “Senac e Polícia Civil por Elas” é uma iniciativa importante para promover a conscientização, a prevenção e apoio às vítimas”, enfatiza Camila Bittencourt, analista de Educação Inclusiva do Senac SC.

“É uma causa extremamente importante no nosso país, que é a violência contra as mulheres. As unidades do Senac no estado se envolvem na qualificação dessas mulheres, na disseminação de informações com as delegacias. A renovação com a Polícia Civil intensifica as ações para essa causa extremamente importante”, enfatiza Alexandre Meneguetti, diretor regional do Senac SC.

“O convênio assinado possui um duplo viés. Por um lado, a Polícia Civil se aproxima do Senac e, por meio da participação com falas, oficinas e palestras nos cursos profissionalizantes do Senac, leva informações a respeito do que é à violência doméstica e familiar contra a mulher, as formas de violência, a maneira de identificá-la e como prestar auxílio às vítimas desta violência, fortalecendo ainda mais a rede de amparo e proteção às mulheres. De outro lado, tão importante quanto, o Senac oferece vagas em seus cursos profissionalizantes para as vítimas de violência vulneráveis e que precisam de qualificação para retornarem ao mercado de trabalho e, assim, terem independência financeira, podendo romper, definitivamente, o vínculo com o autor e interromper o ciclo de violência”, enfatiza a delegada Patrícia Zimmermann, coordenadora estadual das DPCAMI.

“Hoje, dia do aniversário da Lei Maria da Penha, estamos dando um passo importante e essencial para prevenir a violência doméstica com a assinatura deste termo para a criação de mecanismo de prevenção à violência doméstica”, assinalou o delegado geral Ulisses Gabriel

Números da primeira edição

A primeira edição do Programa ocorreu entre 2021 e 2022 e apresentou resultados expressivos, mesmo diante do cenário de pandemia. Ao todo, 2.381 pessoas foram capacitadas pela Polícia Civil, incluindo alunos, professores e membros da comunidade escolar do Senac. Além disso, foram realizadas 13 matrículas de mulheres encaminhadas pela Polícia Civil em cursos de qualificação profissional, juntamente com a participação de nove mulheres no Workshop de Automaquiagem, encaminhadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMUDES) e Polícia Civil de Blumenau. O lançamento oficial da segunda edição do programa vai ocorrer em breve.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Senac SC

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-