22 junho 2024 - 5:54

Projeto da JTI tem série de iniciativas para combater o trabalho infantil em comunidades rurais

Programa ARISE atua na promoção da educação e desenvolvimento socioeconômico para produtores de tabaco

Trabalho infantil é assunto sério. Tanto que para conscientizar sobre a importância de manter crianças e adolescentes longe de atividades que prejudiquem o seu desenvolvimento, foi instituído o 12 de junho como o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. Uma data importante para conscientizar sobre a necessidade de erradicar essa prática. Empresas desempenham um importante papel nesse esforço, e um exemplo de iniciativa é o Programa Alcançando a Redução do Trabalho Infantil pelo Suporte à Educação (ARISE), liderado pela Japan Tobacco International (JTI). Há 12 anos, o ARISE vem atuando na prevenção e eliminação do trabalho infantil em comunidades produtoras de tabaco nos países onde a JTI desenvolve suas atividades.

Desde a sua implementação, o Programa ARISE tem sido um agente de transformação, atuando em parceria com setores públicos e privados, bem como comunidades locais, em frentes de trabalho que envolvem educação, geração de renda e políticas públicas. No Brasil, o programa teve início em quatro municípios do Rio Grande do Sul: Arroio do Tigre, Sobradinho, Ibarama e Lagoa Bonita do Sul. Em 2023, o ARISE expandiu para mais nove municípios do Rio Grande do Sul: Barros Cassal, Gramado Xavier, Passo do Sobrado e Jaguari. Além de São Mateus do Sul, São João do Triunfo e Piên, no Paraná, e Santa Terezinha e Irineópolis, em Santa Catarina. O programa também está consolidado nos municípios gaúchos de Agudo, Vale do Sol, Passa Sete, Segredo, Boqueirão do Leão e Venâncio Aires, impactando positivamente a vida de milhares de crianças e adolescentes em 19 municípios do Sul.

**Destaques do Programa ARISE – 2012 a 2023:**

– Mais de 4.878 crianças participaram de oficinas de contraturno escolar.

– Capacitação de 1.200 técnicos agrícolas em todos os setores.

– 361 jovens foram treinados em cursos de técnicas agrícolas e gestão rural.

– 210 pessoas da rede de proteção da Criança e do Adolescente capacitadas.

– 40 escolas beneficiadas com melhorias promovidas pelo programa.

– 15.744 crianças participaram de atividades de conscientização sobre trabalho infantil.

Marines Kittel, supervisora de Projetos de Suporte ao Produtor da JTI, destaca: “O ARISE não apenas contribui para a erradicação do trabalho infantil, mas também promove o desenvolvimento socioeconômico e a conscientização nas comunidades em que atua”, avalia.

O programa também se destaca pelo empoderamento socioeconômico, oferecendo oportunidades de geração de renda e capacitação para mães e jovens rurais, contribuindo para melhores meios de subsistência e promovendo o empreendedorismo rural.

Por meio de parcerias estratégicas e colaboração com organizações governamentais, o ARISE tem contribuído diretamente para a criação de políticas públicas eficazes de combate ao trabalho infantil, alinhando-se aos objetivos de desenvolvimento sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas, demonstrando o compromisso da JTI em promover mudanças positivas e significativas nas comunidades em que está presente.

Colaboração: Ricardo Sousa / Imprensa JTI

- Anúncio -
-Anúncio-