13 abril 2024 - 5:13
- Anúncio -

ProFor Águas Unesc discute parceria com CISAM-Sul para estudo de águas subterrâneas

A disponibilização de dados para o estudo sobre a qualidade das águas subterrâneas nas bacias hidrográficas da região. Este foi o objetivo da reunião desta semana do ProFor Águas Unesc com o superintendente do Cisam-Sul (Consórcio Intermunicipal de Saneamento Ambiental), Antonio Willemann, na sede do Consórcio, em Orleans. Representaram o projeto o seu coordenador técnico, José Carlos Virtuoso, o técnico de Hidrogeologia, Sergio Galatto, e a geóloga Marciéli Frozza.

Na oportunidade, Virtuoso entregou a Willemann documento oficializando o pedido de parceria, para que o Cisam-Sul libere o acesso dos técnicos do ProFor Águas ao seu banco de dados, dentre outras possibilidades de atuação conjunta. Essa busca de parceria vem ao encontro de um dos escopos do projeto, relacionado ao diagnóstico das águas subterrâneas. Estudo esse necessário à caracterização da qualidade natural das águas subterrâneas brutas a nível de aquíferos e região hidrográfica, atualmente carente de informações.

“Temos grande interesse em colaborar nesse processo, pela importância do diagnóstico, favorecendo a gestão hídrica na nossa região”, disse Willeman. Para Galatto, os estudos devem contribuir para a inserção das águas subterrâneas nos Planos de Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas, assim como na implementação de programas, de outros instrumentos de gestão e futuras revisões do PERH/SC.

A parceria, que também será estendida a outros órgãos, com o Serviço Geológico Brasileiro (SGA/CPRM), ganha um caráter ainda maior do ponto de vista institucional no que tange construção de governança nas regiões hidrográficas do sul catarinense. “Esses processos colaborativos que estamos iniciando, compreende um arranjo que começa a articular e integrar órgãos tão importantes no trabalho colaborativo interinstitucional em favor da gestão hídrica regional”, analisa Virtuoso.

Como primeiro resultado da reunião, que também contou com a participação do engenheiro ambiental que trabalha no Cisam, Felipe Souza Fagundes, ficou estabelecida a definição de uma agenda ainda para o mês de junho, na sede do consórcio. Oportunidade em que o projeto será apresentado aos municípios consorciados, onde são gerados os dados que subsidiarão o diagnóstico.

Abrangência do Cisam

Fundado pela Funasa (Fundação Nacional de Saúde), em 2006, o Cisam-Sul abrange atualmente 23 municípios nas três microrregiões do sul catarinense – Amurel, Amrec e Amesc. Dente esses, 21 são consorciados e em 17 o órgão atua como agência reguladora. Seu papel é realizar trabalhos de orientação, regulação e fiscalização, para que os serviços públicos municiais de saneamento passem por processo de melhoria contínua.

São consorciados 21 municípios – Balneário Rincão, Cocal do Sul, Grão-Pará, Içara, Imaruí, Imbituba, Jacinto Machado, Jaguaruna, Meleiro, Morro da Fumaça, Morro Grande, Orleans, Pedras Grandes, Praia Grande, Sangão, Santa Rosa do Sul, São Ludgero, Timbé do Sul, Treviso e Urussanga. E em 17 o Cisam-Sul atua como agência reguladora. São eles: Balneário Rincão, Cocal do Sul, Criciúma, Grão-Pará, Içara, Meleiro, Morro Grande, Nova Veneza, Orleans, Pedras Grandes, Praia Grande, Sangão, Santa Rosa do Sul, São Ludgero, Timbé do Sul, Treviso e Urussanga.

Colaboração: Imprensa ProFor Águas _ Expressio

 

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-