18 setembro 2021 - 9:59

Produtores de Criciúma recebem selo SIM

Quatro empresários do setor de agroindústria de Criciúma receberam, de maneira oficial, nesta sexta-feira (11), o selo de Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal (SIM). A entrega ocorreu no Paço Municipal e foi realizada pelo prefeito Clésio Salvaro, na companhia do gerente de Agricultura e Agronegócio, Vanderlei Zilli, gerente de agricultura do Consórcio Intermunicipal Multifinalitario da Associação dos Município da Região Carbonífera (CIM-Amrec), Mariah de Freitas Marques, e demais autoridades.

Contemplados pelo documento, os produtores podem comercializar, seguindo determinadas normativas, produtos de origem animal nos 12 municípios da Região Carbonífera. “Desde 2017, estamos participando do CIM-Amrec e buscando padronizar, dando mais liberdade para os empresários venderem e garantir também a segurança de quem consome. Agora, seguimos na luta para conquistar um selo nacional, que possibilita a venda em todo o território brasileiro”, declarou Salvaro.

Na próxima semana, as agroindústrias da região, indicadas ao selo Sisbi, recebem uma consultora, disponibilizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para uma avaliação. O objetivo é obter aprovação durante a visita e, a partir do segundo semestre, solicitar, junto ao CIM-Amrec, uma auditoria para garantir a equivalência do SIMs e o selo Sisbi. “Assim, os produtores registrados no SIM poderão pedir autorização para vender em todo o Brasil. Estamos confiantes que vamos alcançar esse objetivo”, comentou Zilli.

Mercado nacional aberto

Com o selo Sisbi, o empresário no ramo de carnes do município, Diego Macarini Losso, já planeja vender seus produtos para todo o Brasil. “Estamos buscando essa certificação, porque temos procura de outros estados querendo comercializar os nossos produtos. Essa chancela abre novos horizontes para a empresa”, contou.

Produto inovador

Também empresário do ramo Joster José Favero comemora a autorização para a venda de seu novo produto: carne dry-aged. “É uma grande conquista para nós. Foi uma batalha de um ano e seis meses para a gente conseguir o selo e comercializar esse produto, que é o que tem de mais moderno no processamento de carnes”, comentou.

Selo Sisbi

Em 2017, com a reativação do CIM-Amrec, os municípios buscaram aprimorar os SIMs das cidades, seguindo as novas orientações do Mapa. “Ingressamos para possibilitar que os produtores vendessem nos 12 municípios e também buscar a aprovação no Sisbi. Em 2019, a prefeitura fez investimentos na compra de equipamentos para qualificar o trabalho e montou uma equipe especializada”, lembrou o coordenador do serviço e médico veterinário, Guilherme Costa de Oliveira.

Fonte: Amrec

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-