22 setembro 2021 - 5:55

Primeira criança do Sul de Santa Catarina recebe ativação implante coclear

Com cirurgia inédita já realizada na cidade, ativação do implante está marcada para a próxima terça-feira, em Criciúma

Muitas pessoas ainda não sabem, mas há diversos tipos de deficiências auditivas que podem ser reversíveis. Além dos conhecidos aparelhos auditivos, outra tecnologia que está em evidência são os implantes cocleares.

Em Santa Catarina, a Microsom, empresa que promove qualidade de vida para pessoas com necessidades especiais de comunicação e valoriza o profissional da saúde, oferecendo-lhes soluções tecnológicas e serviços de excelência, será responsável por mais uma ativação de implante coclear nos próximos dias. Na próxima terça-feira, dia 24, uma criança com apenas 3 anos de idade fará o procedimento de ativação do  implante coclear na cidade de Criciúma.

“No Brasil, hoje há mais de 8 mil implantes cocleares já realizados. A missão da Microsom Santa Catarina é trabalhar para que esse número aumente, permitindo que muitas pessoas com deficiência auditiva severa recuperem a audição.” comenta Ana Carla Cardoso, diretora da Microsom Santa Catarina.

Sobre o implante coclear

O implante coclear, também conhecido como ouvido biônico, é um dispositivo auditivo eletrônico de alta tecnologia capaz de substituir as funções das células do ouvido interno trazendo de volta a audição. Diferente dos aparelhos auditivos que amplificam o som, os implantes são responsáveis por restaurar a capacidade de captar e compreender os sons.

O sistema é composto por um componente interno, formado pela antena receptora, um microchip e um feixe de eletrodos, e por um componente externo que possui um processador de fala, um antena transmissora e alguns cabos. A unidade interna é inserida através de um procedimento cirúrgico e, por volta de um mês aproximadamente, é ligado ao componente externo e ativado, trazendo ao paciente a liberdade de escutar

Colaboração: Aryani Andrade

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-