3 dezembro 2021 - 2:00

Pressa e imprudência podem ser os inimigos de um feriado seguro

Mais um feriado prolongado está chegando, o que acaba deixando o trânsito ainda mais intenso. No próximo dia 2 de novembro é Finados, uma época que muitos condutores aproveitam para pegar a estrada, descansar ou visitar familiares.

Em 2020, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou em seu balanço “Operação Finados” que foram fiscalizados 1.699 veículos e 1.827 pessoas. Ainda, realizados 222 testes de alcoolemia, com um total de 15 autuações. Outras infrações – entre as mais observadas – estão o não uso do capacete, do cinto de segurança e as ultrapassagens indevidas – com totais de 92, 11 e 11 flagrantes, respectivamente.

Para um feriadão mais tranquilo e seguro é preciso conduzir com responsabilidade e atenção. O especialista em trânsito e diretor da Perkons, Luiz Gustavo Campos, dá algumas dicas de bom comportamento que ajudam a evitar situações de risco nas vias.

A primeira é dirigir em plenas condições físicas e psíquicas. “Todos sabem que álcool e drogas e direção não combinam, pois alteram os reflexos e debilitam a concentração. Assim, um condutor consciente não coloca a sua vida e dos demais em risco, respeitando a legislação e a boas regras de convivência; se vai consumir álcool não conduza”, alerta Campos.

Respeitar o limite de velocidade, mesmo que não haja fiscalização, é dever do motorista prudente. “A velocidade da via é estipulada considerando o contexto local, o fluxo de carros, de pedestres e o perímetro. Por isso, andar em velocidades incompatíveis coloca em risco a sua vida e a de outras pessoas. Além disso, ano após ano, as ultrapassagens proibidas e imprudentes continuam vitimando muitas pessoas nas estradas brasileiras. Vale sempre reforçar: a pressa no trânsito é sempre inimiga da vida”, lembra o especialista.

Por: Paula Batista – Lide Multimídia

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-