1 março 2024 - 5:11

Presidente da AAPIO de Orleans toma posse no Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa – CNDPI

Aconteceu nesta terça-feira, dia 22 de agosto, a Posse do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa – CNDPI, no Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania. O Ministro de Estado Silvio Luiz de Almeida, assinou o termo de posse aos eleitos que atuarão no biênio 2023-2025.

Durante a posse o Secretário dos Direitos da Pessoa Idosa, Alexandre da Silva, ao saudar os conselheiros comentou a importância da participação social com maior diversidade. “Nós temos mais responsabilidade. Nós precisamos tratar dom dignidade os idosos de nosso país”, ressalta.

O ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida, assegurou que a posse dos novos conselheiros no CNDI significa um rito de passagem neste novo momento em que o Ministério passa por novas formulações que o apontam como ministério do futuro. “…falar da pessoa idosa é pensar naquilo que esperamos para o nosso país daqui a alguns anos. Envelhecer de forma que o envelhecimento signifique aquilo que nas tradições antigas, dos povos originários significa envelhecer: o acúmulo da experiencia, da sabedoria, da orientação (…) Que nós possamos construir um mundo em que envelhecer seja sinônimo de dignidade”, afirmou.

Conselheiro da COBAP no CNDPI, o secretário-geral da COBAP, Luiz Legñani, foi acompanhado do suplente e presidente da entidade, Warley Martins. “A COBAP esteve como conselheira em todas as gestões do Conselho contribuindo para a construção de políticas públicas e garantias de direitos às pessoas idosas. Esperamos que, nesse novo momento, o envelhecimento ganhe um novo significado e a pessoa idosa seja mais respeitada e considerada”, avaliou Legñani.

Na eleição que aconteceu no último dia 26 de julho de 2023, da qual participaram 37 entidades concorrendo a 18 vagas, a COBAP foi eleita como sempre, desde a criação do CNDPI.

Para Warley Martins, a representatividade da Confederação em todos os estados e diversidades brasileiras pode contribuir na construção dessa ponte entre diferentes realidades das pessoas idosas e a construção de políticas a partir do CNDPI.
Participaram também da mesa da solenidade de posse o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados (Cidoso), deputado Aliel Machado; o vice-presidente do Cidoso, Castro Neto; a presidente da Comissão Eleitoral do CNDPI, Maria Coreti dos Santos; a representante do Coletivo Indígena Wakonã, Graciliana Selestino e a representante da população LGBTQIA+, Symmy Larrat. Na sequência do empossamento dos conselheiros, foi eleito para presidir o CNDPI no biênio 2023/2025 o representante da OAB Nacional, Raphael Castelo Branco.
- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-