21 maio 2024 - 12:00
- Anúncio -

Prefeitura e Secretaria de Saúde chamam atenção para cuidados com a dengue

Preocupada com a dengue, a Prefeitura de Orleans por meio da Secretaria de Saúde programam uma série de ações preventivas e especiais para conter o Aedes Aegypti, mais conhecido como mosquito da dengue,  zika e chikungunya. Dentre as ações estão previstas mobilização social, controle do vetor e atividades preventivas. Além disso, caso o cidadão queira denunciar algum foco sem ser identificado, poderá fazê-lo por meio do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdLwbe5cCW0VTaIE-Ujl1h4Q5uE33yJePIBLAI2ZPhp7MGNXQ/viewform ou até mesmo baixando o QRcode disponível no site da Prefeitura.

Todo cidadão deve fazer sua parte vistoriando sua residência, local de trabalho e vizinhanças.  Focos do mosquito devem ser combatidos com a eliminação de recipientes com água parada. A destinação correta do lixo e o descarte de copos e garrafas em lixeiras, além da limpeza periódica das calhas, são ações fundamentais para garantir que o mosquito não se reproduza.

Outras medidas são: tampar ralos e vasos sanitários, verificar os materiais inservíveis, que devem ser colocados para coleta pública, tampar os tonéis e caixas d´água, limpar semanalmente com escova ou bucha os potes de água dos animais, retirar a água acumulada atrás da geladeira ou da máquina de lavar, telar e tampar caixas d’água e não deixar acumular água em lajes, uma vez que a maior proliferação de larvas é encontrada nestes locais.

Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo, ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura dos ovos pela fêmea em diversos criadouros.

Mutirões de vistoria e eliminação de criadouros

Agentes de endemias do Setor Epidemiológico deverão percorrer, no início do ano que vem, os bairros com maior índice de infestação do mosquito, priorizando áreas e criadouros que possam estimular a reprodução do Aedes.

A transmissão de doenças como dengue, Zika e chikungunya ganha impulso no período do verão, que começa dia 22 de dezembro e segue até 20 de março de 2024. A combinação de calor e chuvas promove o ambiente ideal para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças.

Vale lembrar que somente em 2023 a equipe de combate as Endemias identificaram 15 focos do mosquito Aedes Aegypti.  O ultimo foco foi identificado no final do mês de novembro no Bairro Conde D´Eu onde prontamente os profissionais da saúde realizaram a ação de varredura com 326 imóveis inspecionados onde foram identificados 40 imóveis com agua parada, 186 depósitos com agua e realizadas 5 coletas de amostras de larvas de mosquito.

Debora Legnani –  Jornalista – Prefeitura Municipal de Orleans

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-