3 março 2024 - 8:37

Polícia Militar e Celesc se reúnem para discutir ações contra furtos de fios na região de Tubarão

O problema tem se intensificado nos últimos meses, principalmente em Jaguaruna.

Representantes da Celesc e da Polícia Militar se reuniram na última sexta-feira (18) para discutir ações contra o furto de cabos na região de Tubarão. O problema tem se intensificado nos últimos meses, principalmente em Jaguaruna.

Dados da Celesc apontam que no município foram furtados 2,4 mil kg de cabos neste ano em 34 ocorrências diferentes. A maior parte do material furtado, representando 2 mil kg, são de cabos nus de cobre. O prejuízo total estimado na localidade chega a R$ 193.742,54.

Considerando toda a região de Tubarão, estima-se que tenham sido furtados neste ano cerca de 4,2 mil kg de cabos. As perdas totais chegam a aproximadamente R$ 380 mil.

Com base na reunião, ficou definido que a Polícia Militar fará rondas nos locais onde mais ocorrem esse tipo de crime, especialmente durante a madrugada. “Vamos fazer ordem de policiamento noturno para tentar coibir esses furtos no período em que há maior incidência de registros”, explica o tenente da PM Rafael Fernandes dos Santos.

Gerente da Agência Regional de Tubarão (Artub) da Celesc, Giocondo Tasso salienta que os furtos não representam apenas prejuízos financeiros, mas acarretam também problemas no fornecimento de energia para a população. “Temos feito grandes investimentos em Jaguaruna, mas os furtos prejudicam todo o nosso trabalho na região. Por isso, estamos em contato com as autoridades e esperamos que em breve consigamos reduzir esses crimes que causam tanto transtorno para a Celesc e para toda a comunidade”, diz.

Além da Polícia Militar, a Celesc tem discutido ações de combate aos furtos com a Polícia Civil e com conselhos de moradores.

Foto: Fábio Nunes Lima, gerente de Divisão Técnica da Celesc; Rafael Fernandes dos Santos, tenente da PM; e Franklin Eller, supervisor de Manutenção da Celesc

“O conteúdo deste e-mail é estritamente confidencial e destina-se apenas ao destinatário especificado. É proibido modificar ou compartilhar o seu conteúdo com qualquer terceiro sem o consentimento por escrito do remetente. Se este e-mail chegou por engano, por favor nos informe para que possamos garantir que isso não aconteça no futuro e exclua a mensagem.”

Fonte: Imprensa Celesc

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-