19 maio 2024 - 7:58
- Anúncio -

Orleans entre as cidades catarinenses mais sustentáveis do país

Jaraguá do Sul e Orleans aparecem, respectivamente, na 41ª e 44ª colocação

O Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades (IDCS), lançado pelo Instituto Cidades Sustentáveis, foi divulgado no último domingo (6). O relatório monitora referências que tratam dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), com ações para proteger o meio ambiente, promover a paz, erradicar a pobreza e promover educação de qualidade, assim como a saúde e bem-estar.

A pesquisa apontou que duas cidades catarinenses administradas pelo MDB aparecem entre as cem mais sustentáveis: Jaraguá do Sul em 41º lugar, com índice de 60,15; e Orleans em 44º, com 60,06. No relatório entre as cidades com melhores indicadores estão também Luzerna, no Oeste catarinense, e Balneário Camboriú, no litoral.

Cidades do MDB acima da média – A média do Estado no IDCS ficou em 49,9, classificação considerada em baixo desenvolvimento sustentável. Acima deste índice estão 47 municípios administrados pelo MDB em Santa Catarina. Além de Jaraguá do Sul e Orleans, já citados, aparecem: São Ludgero (58,11), Faxinal dos Guedes (55,15), Ascurra (54,63), Antônio Carlos (54,05), Antônio Carlos (54,05), Abelardo Luz (53,84), Sul Brasil (53,16), Braço do Trombudo (53,03), Botuverá (52,99), Ibirama (52,94), Schroeder (52,57), Gaspar (52,18), Presidente Getúlio (52,16), Benedito Novo (52,16), Corupá (51,99), Treze de Maio (51,94), Balneário Piçarras (51,90), Itajaí (51,81), Santo Amaro da Imperatriz (51,79), Sombrio (51,79), Dionísio Cerqueira (51,74), Catanduvas (51,68), Penha (51,64), Maravilha (51,59), Barra Bonita (51,50), Alto Bela Vista (51,47), Palma Sola (51,32), Campo Alegre (51,05), São João do Itaperiú (50,98), Nova Trento (50,97), Laurentino (50,89), Ibicaré (50,87), Abdon Batista (50,86), Capinzal (50,84), Aurora (50,79), Porto Belo (50,78), Bom Jesus do Oeste (50,73), Atalanta (50,69), Treviso (50,64), Massaranduba (50,53), Ilhota (50,42), Presidente Castello Branco (50,27), Santiago do Sul (50,20), Anitápolis (50,19), Imbuia (50,14) e Passos Maia (50,06).

Em todo o país, 3.970 municípios, o que corresponde a 71% do total, foram avaliados com nível baixo ou muito baixo de desenvolvimento sustentável. A lista completa pode ser conferida no link: https://idsc.cidadessustentaveis.org.br/rankings .

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-