3 dezembro 2020 - 1:42

NOTA AO PÚBLICO

A Procuradoria da República em Santa Catarina, sua Comissão de Equidade de Gênero e Raça (Ceger) e o Programa Bem Viver vêm por meio desta nota esclarecer e informar acerca do cancelamento do evento virtual previsto para o próximo dia 12 do corrente, a partir de 15 horas, sobre o tema da Cultura do Estupro no Brasil.

Cumpre informar que tal cancelamento deve-se à desistência de última hora da jornalista Ana Paula Araújo em participar, desistência essa que só foi transmitida aos organizadores em data de 6 de novembro (sexta-feira) e confirmada no dia de ontem, sob um pretexto inicialmente ligado à plataforma eletrônica a ser utilizada e, mais tarde, de impossibilidade de agenda.

Importante destacar que a referida jornalista aceitou o convite e confirmou sua presença no evento em 7 de outubro, tendo inclusive enviado material para a divulgação, que foi por ela aprovado.

A organização do evento pede sinceras escusas ao público e à professora doutora Grazielly Baggenstoss, debatedora convidada, pelo constrangimento involuntário e agradece pela colaboração e pelo respeito.

A organização também informa que deverá reprogramar o debate para o final deste mês ou início de dezembro do corrente ano, com a honrosa participação da professora antes citada, considerando o interesse e a atualidade do tema, especialmente nesta capital catarinense, haja vista o recente noticiário nacional acerca de possíveis crimes de estupro envolvendo pessoas e locais muito conhecidos de sua sociedade, situação que bem caracteriza uma cultura de banalização dos crimes de violência contra as mulheres.

Florianópolis, 10 de novembro de 2020.

Por: ANALÚCIA HARTMANN – Procuradora da República

Fonte: Assessoria de Comunicação Social – Ministério Público Federal em SC

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-