23 outubro 2021 - 11:58

Moto é arrastada por carreta por mais de 30km. Motoqueiro fica pendurado na porta e sobrevive

Colisão aconteceu em Itajaí; motorista parou apenas em Balneário Camboriú

Uma colisão traseira envolvendo uma carreta M.Benz/Axor de Taquara/RS e uma moto Kawasaki foi registrada por volta das 16h deste sábado (6). O fato ocorreu no km 106 da BR-101 sentido Sul em Penha/SC.

O condutor da motocicleta, de 49 anos, teve lesões leves, já a passageira da motocicleta, teve lesões graves e foi encaminhada ao hospital Marieta Konder em Itajaí pelo helicóptero Arcanjo dos Bombeiros. De acordo com um amigo da família, até a noite deste domingo, a mulher estava internada em estado grave e havia sido entubada.

Condutor da carreta fez teste etilômetro e resultado foi de 0.0 mg/l, ou seja, negativo. Porém ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Balneário Camboriú, onde responderá pelos crimes de fuga do local do acidente sem prestar socorros às vítimas e de dirigir com a capacidade psicomotora alterada.

Entenda como ocorreu

A carreta colidiu na traseira da motocicleta, que ficou engatada ao para-choque e a passageira ficou caída no local do acidente. O caminhoneiro, no entanto, seguiu em frente sem prestar socorro às vítimas. Segundo relato do condutor da moto, ele subiu na cabine da carreta e ficou pendurado na porta, tentando fazer o motorista parar, mas sem sucesso.

No trajeto até o local da abordagem, o referido caminhão colidiu em outros veículos de passeio. A equipe PRF de Itapema que estava cobrindo o trecho de Itajaí, estava em atendimento de outro acidente com vítima, no KM 119 no sentido contrário, o que impossibilitou a abordagem de imediato.

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) de Itapema, prestou apoio na abordagem do caminhão quando passava pelo Morro do Boi (KM 139), momento em que outro caminhoneiro conseguiu fazer o caminhão reduzir a velocidade e puxaram a mangueira de ar dos freios. Somente assim, foi possível parar o caminhão.

A informação é de que o motorista teria sido agredido por populares, agressões interrompidas pela PMSC e posteriormente as equipes de socorro e da PRF. Vale ressaltar que durante estes 32 quilômetros percorridos, do local do acidente até a abordagem, a motocicleta ficou engatada na parte frontal do caminhão.

Fonte: Notisul

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-