18 junho 2024 - 1:06

Morro da Fumaça produz lavanda de modo experimental para extrair óleo essencial

Os técnicos da Epagri estão orientando a produção experimental de lavanda em Morro da Fumaça, no Sul catarinense, com objetivo de extrair óleo essencial para atender demanda da indústria cosmética. O projeto iniciou em 2021 e os primeiros resultados são promissores.

Vera Regina Camargo, extensionista rural da Epagri no escritório de Morro da Fumaça, explica que a demanda partiu de Glauber Recco, empresário local que utiliza o óleo essencial. A partir daí, os técnicos procuraram informações de plantio e manejo da planta. A Epagri também procurou junto à Cooper Morro da Fumaça famílias agricultoras  interessadas em aderir ao projeto. Três agricultores locais estão produzindo lavanda de forma experimental.

Rodrigo Policarpo Sartor é um deles. Ele conta que a lavanda é uma cultura fácil de lidar, não é muito exigente em cuidados, portanto demanda pouca mão de obra. Ele diz que, com apoio da Epagri, está fazendo o acompanhamento da viabilidade da nova cultura, mas acredita no potencial da planta.

Quem também está animado com o andamento do projeto é Antônio Nascimento de Oliveira, representante da Cooper Morro da Fumaça. Ele avalia que a disposição da indústria local em beneficiar a planta se alia às características das propriedades rurais do município. Segundo ele, grande parte dos associados são pequenos agricultores com propriedades com espaços acidentados, que ficavam abandonados diante das dificuldades de cultivo. Estas áreas poderiam ser cultivadas com lavanda, representando uma renda extra para as famílias.

O empresário Glauber Recco revela que o óleo essencial de lavanda é utilizado para perfumes, cremes, produtos de tratamento de pele e em aromaterapia. Tendo em vista essa demanda crescente, ele optou por estudar a viabilidade de produzir uma parte do óleo em Santa Catarina, ao invés de importar todo o volume necessário.

Ele  conta que em Morro da Fumaça são realizadas duas colheitas por ano. No final de 2023 tiveram início as extrações do óleo e o rendimento está dentro do esperado para o Brasil. Agora estão sendo feitos os ensaios para avaliar a composição química e qualidade do óleo. Tendo a viabilidade econômica firmada, o empresário espera poder ampliar a área de produção de lavanda em Morro da Fumaça, de modo a viabilizar uma indústria de extração de óleo essencial da planta.

A extensionista da Epagri lembra ainda que a beleza e o perfume dos campos de lavanda podem se tornar um belo atrativo para promoção do turismo rural no município.

Fonte: Epagri

- Anúncio -
-Anúncio-