13 junho 2024 - 9:16
- Anúncio -

Morre ex-zagueiro Amaral, ídolo do Guarani, aos 69 anos

O ex-zagueiro da Seleção Brasileira e ídolo do Guarani, Amaral, morreu nesta sexta-feira, dia 31 de maio, aos 69 anos, em São Paulo. O velório e sepultamento serão no Cemitério São Pedro, na Vila Alpina, a partir das 10h30 deste domingo, dia 2 de junho.

Amaral, carinhosamente chamado por Feijão pelos amigos e companheiros de time, vinha passando por problemas de saúde nos últimos meses. Ele travava dura batalha com um tumor que  se espalhou pelo corpo.

Amaral: Do Guarani para o mundo

Zagueiro firme e de técnica invejável, Amaral surgiu para o futebol no Guarani com apenas 15 anos e, com 21, já despontou como um dos melhores do País. Era tão diferenciado que logo chamou a atenção e foi convocado para a seleção brasileira em 1976. Foi titular na Copa do Mundo com somente 23 anos.

Carreira de destaque de Amaral

Revelado pelo Guarani aos 15 anos, Amaral teve uma carreira marcada por passagens em diversos clubes importantes.

  • Revelado pelo Guarani aos 15 anos.
  • Jogou no Corinthians, Santos, América (MEX), Leones Negros (MEX), Blumenau e Caldense.
  • Campeão paulista pelo Corinthians em 1979.

Amaral disputou 40 jogos pela seleção brasileira, com destaque para a Copa do Mundo de 1978, onde salvou um gol decisivo contra a Espanha.

  • 40 jogos pela Seleção Brasileira.
  • Disputou Copa América, Eliminatórias e Copa do Mundo de 1978.
  • Salvou gol decisivo contra a Espanha no Mundial de 1978.

Após encerrar a carreira, Amaral fixou residência em São Paulo e fundou uma escolinha de futebol na capital. Ele é lembrado com carinho pelos torcedores e pela comunidade do futebol.

  • Fixou residência em São Paulo.
  • Fundou escolinha de futebol na capital.
  • Eternizado no coração dos torcedores e amantes do futebol.

 

Com informações Notisul

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<