20 outubro 2021 - 3:18

MEIs devem regularizar suas pendências até 30 de setembro

“Para não correr o risco de perder o CNPJ, microempreendedores individuais (MEIs) devem regularizar suas pendências até 30 de setembro”, alerta a gerente executiva da Credioeste Márcia Biffi ao ressaltar que somente a agência de microcrédito atende, atualmente, 861 MEIs. Ela destaca o importante papel da Credioeste em orientar o máximo de empreendedores possível para que não enfrentem futuros problemas nos negócios.

Outra orientação é consultar prováveis inadimplências com o Simplifica Chapecó – serviço de apoio ao setor empresarial –, que conta com o apoio do Sebrae/SC. A estrutura fica localizada no centro da cidade. O atendimento pode ser realizado por meio do WhatsApp (49 3319-1028), que de janeiro a junho deste ano foi o canal que contribuiu para o auxílio de 8.590 pessoas.

“Desde o início da pandemia tivemos que nos adaptar as novas tecnologias e aos novos meios de comunicação. O atendimento on-line nos permitiu alcançar um público maior em comparação com outros períodos pré-pandemia. Agora, ficou muito mais fácil para o empreendedor verificar sua situação e evitar maiores problemas”, recomenda o gerente do Simplifica Chapecó Ivan Barbiero ao ressaltar que em média 50% dos MEIs estão com a contribuição do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) atrasados.

Além dos atendimentos por WhatsApp, o Simplifica Chapecó também auxiliou 2.018 pessoas por telefone, 949 pessoas de forma remota e presencial e 506 pessoas por e-mail.

“Prestamos apoio para os empreendedores, preferencialmente, pelos recursos on-line para garantirmos a segurança de todos na pandemia. É fundamental que os MEIs tirem suas dúvidas e fiquem atentos ao prazo. Porém, para os que têm dificuldade de manusear aparelhos tecnológicos e aplicativos, também orientamos presencialmente. Basta agendar atendimento e respeitar as medidas de prevenção à covid-19, como o uso de máscara e álcool em gel, além de manter o distanciamento de um metro e meio e verificar a temperatura”, destaca Ivan.

Os empreendedores que não regularizarem a situação podem receber a cobrança judicial da dívida inscrita, além de perder os direitos aos benefícios previdenciários, como aposentadoria, auxílio doença, dentre outros. Também correm o risco de serem excluídos dos regimes Simples Nacional e Simei pela Receita Federal. “Para o MEI que deu baixa no CNPJ, é importante lembrar que o cancelamento não extingue a dívida. É necessário quitar os débitos atrasados e evitar o aumento de juros e multas”, alerta Ivan.

A gerente executiva Credioeste ainda chama a atenção dos empreendedores para as linhas de crédito. “Somos fortes aliados dos chapecoenses. Oferecemos os programas Juro Zero e Microcrédito, que auxiliam os empreendedores que estão iniciando seus negócios e contribuem para o crescimento de suas empresas. Por isso, lembramos que quem não regularizar sua situação, infelizmente, terá dificuldades de obter crédito e, consequentemente, de fortalecer sua atividade. Entre em contato com o Simplifica Chapecó e verifique se você está em dia com o pagamento da contribuição”, afirma Márcia.

SIMPLIFICA CHAPECÓ

 

O Simplifica Chapecó atende de segunda a sexta-feira das 7h às 19 horas. A estrutura está localizada na Rua Marechal Floriano Peixoto, nº. 145 I, no centro, na Diretoria de Tributos (antiga Prefeitura), próximo à praça Coronel Bertaso. Mais informações pelo telefone (49) 3321-8571 ou pelo WhatsApp (49) 3319-1028.

MB Comunicação

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-