13 abril 2024 - 10:45
- Anúncio -

Maria Marlene Schlickmann presidirá o Legislativo de São Ludgero em 2024

Na noite desta segunda-feira, 18, a Câmara Municipal de São Ludgero realizou a eleição para a Mesa Diretora, definindo os membros que irão conduzir os trabalhos legislativos ao longo do ano de 2024. O destaque da noite foi a eleição da vereadora Maria Marlene Schlickmann, filiada ao MDB, para a presidência da Casa. Mais uma vez, uma mulher assume a liderança do legislativo. Até o momento, a única representante feminina a comandar o legislativo de São Ludgero foi a vereadora Nilva Schlickmann Pickler, em 2011.
A votação foi marcada por uma disputa acirrada entre as candidatas à presidência. Maria Marlene Schlickmann recebeu 5 votos, enquanto Rosilene Borba Wernke, também do MDB, conquistou 4 votos

Além da eleição para a presidência, a composição da Mesa Diretora para 2024 ficou definida da seguinte forma: Jairo Luiz Borges foi eleito vice-presidente com 8 votos, Marcos de Souza para o cargo de 1º secretário com 7 votos, e Paulo Sérgio Lorenzetti foi eleito 2º secretário por unanimidade. No entanto, o vereador Marcos de Souza anunciou posteriormente, durante pronunciamento na tribuna da casa, sua intenção de renunciar ao cargo de 1º secretário. Essa decisão implica na realização de uma nova eleição especificamente para o referido cargo, a qual está programada para ocorrer na primeira sessão do ano de 2024.

Cabe ressaltar que o vereador Vitus Becker Neto recebeu 1 voto para vice-presidente e 1 voto para 1º secretário, e o vereador Adriano Becker recebeu 1 voto para 1º secretário,

No seu pronunciamento após a eleição, a vereadora Maria Marlene Schlickmann expressou seu compromisso em promover harmonia e engajamento entre todos os membros da Câmara de Vereadores, além de reforçar seu comprometimento com uma gestão pautada na responsabilidade e no respeito aos princípios democráticos.

“A Câmara de Vereadores é um espaço democrático e, como tal, precisa estar em consonância com os preceitos legais, morais e éticos, assim como com os interesses da comunidade. Vou trabalhar com o propósito de promover um relacionamento harmonioso e respeitoso aos princípios e diretrizes do Regimento desta Casa Legislativa, bem como respeitar as atribuições e responsabilidades dos demais poderes. Conto com a colaboração e o engajamento de todos, alicerçados nos princípios constitucionais de liberdade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência,” afirmou a nova presidente.
Colaboração: Fernando Sombrio – Assessoria Imprensa
spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-