29 setembro 2020 - 7:16

MAQSOM: a história da Máquina do Som

O empresário Adilson Philippi conta como funcionava a badalada Maq Som, que existiu de 1983 a 1995.

Adilson, jovem na época, com 18 anos, após se formar no ensino médio, tinha o sonho de ingressar na Aeronáutica e se tornar piloto de avião. Tudo certo para ir até Barbacena (MG) onde iria estudar para realizar seu sonho, mas as coisas tomaram outro rumo depois do fechamento de uma danceteria em São Ludgero, a CALIFSOM, momento em que a cidade ficou sem atrações para os fins de semana.

Como o pai dele, Gustavo Philippi, tinha um espaço livre onde funcionava o Clube Jovem Guarda, os amigos de Adilson o incentivaram a colocar um som para o pessoal ser reunir nos sábados. As pessoas gostaram e resolveram voltar, aos poucos começou a cobrar ingresso dos homens e deu certo, logo virou novidade na região. Então, Adilson ficou dividido e não foi para Barbacena, resolveu ficar e levar o negócio adiante. Começou a abrir nas sextas e nos domingos também, destaque para o domingo que abria às 13 horas e fechava somente as 3 da madrugada. Chegou a receber público de 960 pagantes homens, e total de 1700 pessoas. Mulheres não pagavam!

O som era mecanizado, colocado por um sonoplasta que hoje todos chamam de DJ. A sonorização era muito difícil pois trabalhavam com fitas K7, não arquivos mp3 como hoje! A danceteria era muito equipada para a época, com 12 Tapes Decks o sonoplasta Claodionor da Cruz (CAU), preparava fitas no ponto certo das músicas um dia antes do evento, rebobinava, as vezes a fita enrolava, quem viveu a época das fitinhas lembra disso, inclusive da ligação delas com a caneta BIC.

CAU teve papel fundamental no sucesso da Maq Som, tinha a disposição 2 mil fitas, agito garantido para os três dias de festa, logo depois veio Ben Hur Beza Machado (que está na foto de capa) trabalhar como sonoplasta.

Depois de virar sucesso, Adilson complementou com shows ao vivo. Muitas Bandas passaram por lá, entre elas: Vôo Livre, Os Andorinhas, Os Marcianos, Moinhos de vento, Portal da Cor, Matusa, Quarta Redenção, Paralelo Trinta, Etc e Tal, Garotos de Ouro, Gaúcho da Fronteira , América Menina, Eliana e as Patotinhas, Scorpions, Bandativa, Musicamp, Band Stilo entre outras.

Adilson lembra um fato interessante, que sempre buscava elaborar festas temáticas. Em uma sexta-feira 13, promoveu uma festa de Halloween e contratou a Banda Portal da Cor, decidiram então que o vocalista iria entrar no salão dentro de um caixão e os músicos o carregavam ao som de um sino, de arrepiar!

Os eventos eram criativos, Garota molhada, Banheira do Gugu, tudo isso no meio das festas. Outro diferencial era a hora romântica, abaixavam-se as luzes e tocavam algumas músicas românticas. Inclusive muitos esperavam este momento para poder xavecar. Algumas pessoas brincam que a Maq Som foi a “culpada” por muitos casamentos.

Outro fato interessante é que vendia muito! Em um final de semana chegou a vender cerca de 180 caixas de cerveja de garrafa, e, em um mês 840 litros de cachaça a Treze de Maio, fora outras bebidas quentes. Adilson diz que nunca houve brigas com consequências graves, citou que não haviam seguranças.

Adilson Philippi fez a sua profissão através da famosa Maq Som e chegou a se eleger vereador ainda jovem, devido a sua popularidade. Ele relata que só parou devido ao cansaço, estar trabalhando duro, todo final de semana durante tantos anos.

Ele agradece as pessoas que colaboraram, frequentaram. Afinal a todos que se divertiram, pois, sua vida profissional surgia ali e até hoje Adilson se pergunta, como seria se tivesse investido na carreira de piloto?

Uma casa de eventos que deixou saudade em São Ludgero. As pessoas comentam histórias da Maq Som até hoje com muita emoção.

As lembranças boas devem ser resgatadas por isso já em sua 4ª edição, no Rancho Aromáticos, acontece no próximo dia 14 de março, a Noite Maq Som anos 80, com atração de Dj Adilson, Bem Hur, Pizzato e Banda Vitrola.

Por Fernando Sombrio

Ingressos na Musical Philippi de São Ludgero

MAQSOM: a história da Máquina do Som

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-