15 julho 2024 - 3:57

Mais de sete mil terneiros vivos são embarcados para Turquia e Iraque no porto de Imbituba

Após dois dias de trabalho, o embarque de 7451 animais com destino à Turquia e Iraque foi concluído na noite de domingo (10/09) no porto de Imbituba, no sul de Santa Catarina. Destes, 4003 bovinos eram oriundos do EPE 17RS (Estabelecimento Pré-Embarque) localizado em Eldorado do Sul, no RS e outros 3348, oriundos do EPE 047SC, em Capão na região serrana de Santa Catarina.

O carregamento do navio foi a parte final da segunda operação em 2023, que envolveu o atendimento de diversos requisitos sanitários, exigidos pelo país importador, estabelecidos e liderados pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), por se tratar de exportação. Os médicos veterinários da Cidasc, que é o órgão oficial de defesa agropecuária de Santa Catarina, foram convidados a acompanhar o processo.

As propriedades que recebem os bovinos até o embarque são chamadas EPEs – Estabelecimento Pré Embarque e passam por vistoria prévia do MAPA. Somente após a aprovação, se forem consideradas aptas, recebem os animais. Os profissionais do Departamento Regional de Lages da Cidasc acompanharam as vistorias na fazenda localizada em Capão Alto, na Serra. Nessas propriedades, os bovinos cumprem um período de quarentena, onde são testados para diversas doenças, acompanhados rotineiramente por médico veterinário, e não podem ser embarcados se não estiverem em boas condições de saúde. O mesmo procedimento foi realizado na EPE localizado no Rio Grande do Sul. Para chegarem até o porto de Imbituba, os bovinos vindos do estado vizinho ingressaram em SC pelo Posto Fixo de Fiscalização (PFF) da BR 101 – Torres. Para atender esta grande demanda, houve reforço de recursos humanos, sem que a rotina de fiscalização desempenhada pelo PFF fosse prejudicada e a documentação sanitária desses animais pudesse também ser conferida. Os animais embarcados têm até 12 meses de vida: portanto, isentos da vacina contra febre aftosa, condição obrigatória que deve ser observada para manter o status de zona livre de febre aftosa sem vacinação. Nas fiscalizações, também se observam as condições de transporte, que deve ser feito em veículo apropriado, garantindo o bem estar dos animais. Os mais de sete mil bovinos embarcados neste fim de semana chegaram ao porto em boas condições, com zero óbitos, e zero terneiros lesionados durante o trajeto.

Os proprietários da Estância del Sur, responsável pela exportação, agradeceram o profissionalismo da equipe da Cidasc. Neste ano, a empresa já exportou mais de 11 mil bovinos pelo porto de Imbituba.

Por Denise De Rocchi: Assessoria de Comunicação – Cidasc

- Anúncio -
-Anúncio-