22 outubro 2021 - 3:39

Mais de 30 profissionais do Grupo Forquilhinha participam de palestra sobre autismo com a Onda

Objetivo do encontro foi o esclarecimento de dúvidas sobre o atendimento de Pessoas com Deficiência, em especial pessoas com TEA

Diariamente, o Grupo Forquilhinha transporta crianças, adolescentes e adultos com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para melhor atender e incluir estas pessoas, foi promovida uma palestra com a Organização Neurodiversa pelos Direitos dos Autistas (ONDA-Autismo). Mais de 30 profissionais participaram do encontro, que esclareceu dúvidas sobre esse tipo de atendimento.

A excelência no atendimento ao cliente é um dos valores da empresa, que acredita que entender a melhor forma de transportá-los faz toda a diferença.   Por isso, a expectativa é de que até o final de 2021 a palestra contemple 100% dos profissionais, tendo em vista que o conhecimento sobre o assunto é fundamental para o atendimento de qualidade.

De acordo com a psicóloga e coordenadora de Recursos Humanos (RH) do Grupo Forquilhinha, Renata Destro, a palestra mostrou a importância de debater o assunto. “Nos proporcionou uma visão geral sobre o autismo e instruiu sobre a melhor maneira de lidar com este público”, comentou.

A palestra contou com a presença de motoristas, monitores e toda a rede de apoio que está envolvida com o transporte escolar de pessoas com TEA. A reunião ocorreu em formato híbrido nessa segunda-feira (27), no Centro de Treinamentos da empresa.

“Eu já vinha pesquisando sobre o assunto. No entanto, a palestra foi muito esclarecedora e vai contribuir muito nos nossos atendimentos”, afirmou uma das monitoras do transporte escolar, Erica Maria.

O que é a Onda

Se trata de uma entidade de caráter social, que tem na sua concepção a diferença e o discernimento no ato de planejar e executar ações, cuja finalidade é o aprimoramento da qualidade de vida das pessoas autistas. Tem como missão prestar um serviço de excelência em defesa dos direitos, no cumprimento da Lei 12.764/12 e no fomento das políticas públicas visando proporcionar maior segurança e bem-estar aos (às) autistas.

A entidade é composta por oito Conselhos: Federal; Estadual; Municipal; Internacional; de Autistas; de Ética; de Apoio Jurídico e de Profissionais. Esses conselhos são constituídos por voluntários (as): pessoas autistas, familiares, profissionais da educação, da saúde (terapeutas, médicos e dentistas), do esporte, do jurídico, de gestão, do meio artístico, que juntos (as) trazem vivências e conhecimentos para conscientização além da comunidade do autismo.

Fonte: Maria Henrique Leandro

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-