12 abril 2024 - 9:56
- Anúncio -

Mais de 200 anos de prisão para trio que matou suposto integrante de facção rival

Em sessão do Tribunal do Júri da comarca de Joinville realizada nesta semana (22/2), o Conselho de Sentença condenou três homens por homicídio triplamente qualificado e outras três tentativas de homicídio. As reprimendas foram de 76, 72 e 65 anos, todas a serem cumpridas em regime inicial fechado. Um quarto suspeito acabou absolvido. Os jurados seguiram o posicionamento do Ministério Público.

O crime ocorreu em março de 2019, no bairro Jardim Paraíso. De acordo com a denúncia, a ordem para matar partiu de dentro do sistema prisional, onde um dos réus já estava encarcerado. Restou aos demais integrantes da quadrilha adquirir as armas, repassar informações sobre o momento adequado e executar o “serviço”.

A vítima fatal era um homem e entre os sobreviventes está uma mulher que trazia nos braços o filho de quatro meses de idade na época. A motivação dos crimes foi torpe, decorrente do fato de que os denunciados são integrantes/simpatizantes de uma facção criminosa e acreditavam que as vítimas pertenciam a um grupo rival.

A condução da sessão obedeceu às regras de prevenção à Covid-19, com restrição de público, espaçamento entre os jurados, uso de máscara e álcool em gel (Autos n. 5016597-64.2021.8.24.0038).

A próxima audiência acontece nesta quinta-feira (24). O último júri do mês inicia às 13h. Trata-se de um homicídio qualificado, com réu já preso. A vítima foi um adolescente de 15 anos. O processo tramita em segredo de justiça (Autos n. 5046456-62.2020.8.24.0038).

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-