28 julho 2021 - 10:05

Lauro Müller: mulher esfaqueia e mata homem após sofrer agressões

O homem estava no banheiro da residência

Em Lauro Müller, uma mulher foi presa após esfaquear e matar o marido durante uma discussão. O crime foi registrado por volta das 23 horas desse domingo (13), na Estrada Geral Rocinha.

A guarnição (PM) foi acionada via Central de Emergências e ao chegar no local,  B. L. estava na frente da residência chorando dizendo que havia esfaqueado seu marido.

De acordo com a PM, a guarnição deslocou até o interior da residência da autora, e encontrou a vítima deitada no banheiro, cheia de sangue pelo corpo e no chão, na posição decúbito ventral. Neste momento, a guarnição desvirou-a e rasgou as vestes da vítima afim de averiguar o local do ferimento, estando este localizado no lado direito do peito. A guarnição fez a compressão no local do ferimento para estancar o sangramento até a chegada do SAMU, que logo compareceu no local e conduziu a vítima para o hospital Henrique Lage, vindo este a óbito tempo depois.

Segundo a PM,  B. L., relatou que estava em sua residência com seu esposo J. C. M., e que já estavam na cama quando iniciaram uma discussão acalorada devido ao fato dela ter quebrado o celular da vítima, vindo este a agredi-la. Após, ele veio para cima da autora, segurando seus punhos e gritando: “ tu pensas que está me fazendo de palhaço”, dentre outras coisas que no momento não recorda. Após tal situação, a autora desvencilhou-se do agressor, foi até a cozinha, pegou uma faca e voltou até o quarto, golpeando uma vez o  J. C. M. na região do peito, e este veio a cair no banheiro anexo ao cômodo do quarto.
Após, a autora saiu da residência gritando por socorro e seus parentes acionaram o SAMU e a PM.

Conforme a PM, a autora lesionou sua mão esquerda, vindo a guarnição conduzir a autora até o hospital para realização dos procedimentos necessários.

A Polícia Civil e o IGP foram acionados para comparecer no local para realização dos procedimentos cabíveis, ficando a ocorrência sob responsabilidades deles.

Diante dos fatos narrados, a Autoridade Policial Militar proferiu voz de prisão em face da autora e conduziu a autora até a Delegacia de Polícia Civil de Criciúma para os procedimentos cabíveis.

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-