23 fevereiro 2024 - 1:36

Justiça recebe denúncia contra assaltantes que fizeram vítimas de ‘escudo humano’ em SC

O juízo da 2ª Vara Criminal de Criciúma recebeu na última sexta-feira (24/2) a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra dois homens acusados de roubarem uma cooperativa de crédito no dia 10 de fevereiro de 2023, no bairro Quarta Linha, em Criciúma. Eles, agora réus no processo, foram denunciados pelos crimes de roubo qualificado praticado em concurso de pessoas, com restrição de liberdade das vítimas e exercido com o emprego de arma de fogo. Na ocasião, 12 pessoas foram feitas de refém.

Os homens, de 33 e 22 anos, teriam, em tese, entrado na agência da cooperativa de crédito armados e anunciado o assalto. Mediante violência e grave ameaça exercida pelo porte ostensivo de armas de fogo e ameaças verbais contra clientes e funcionários, a dupla subtraiu envelopes lacrados com dinheiro dos caixas eletrônicos e aparelhos celulares das vítimas.

De acordo com a investigação, eles ordenaram que as pessoas entrassem em uma sala situada nos fundos da instituição bancária. Os denunciados teriam feito ameaças de morte ao vigilante do local caso não entregasse sua arma ou reagisse, extensivas as demais vítimas caso não fosse disponibilizada as chaves do cofre.

Ao empreenderem fuga do local, teriam retornado à agência ao perceberem a movimentação policial no local. A dupla teria retirado as vítimas da sala em que estavam presas para utilizá-las como “escudo humano”. Porém, ao perceberem que estavam cercados, libertaram as vítimas e depois se entregaram, quando foram presos em flagrante. Os acusados permanecem presos preventivamente desde a data dos fatos, após passaram por audiência de custódia (Ação Penal 5003875-81.2023.8.24.0020).​

Fonte: TJSC

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-