terça-feira, 2 junho 2020 - 6:13

Instituto Trata Brasil reconhece nacionalmente eficiência de São Ludgero no tratamento do esgoto doméstico nas áreas urbana e rural

Dia 17 de setembro de 2019, próxima terça-feira, é mais um dia especial para São Ludgero. Uma das entidades mais respeitadas no contexto do saneamento básico brasileiro, o Instituto Trata Brasil, reconhecerá oficialmente a eficiência da cidade no tratamento do esgoto doméstico nas áreas urbana e rural, através de premiação, durante o evento “Casos de Sucesso em Saneamento Básico 2019”.

Além da premiação que será recebida durante o evento, representantes da cidade estarão participando de um painel de debates sobre o assunto coleta e tratamento de esgoto no Brasil com mais seis municípios brasileiros, atualmente, considerados referências positivas. São Ludgero participará do painel “Casos de sucesso em coleta e tratamento de esgoto – Cidades de médio e pequeno porte”, onde na ocasião repassará informações importantes sobre a ação realizada para atingir o 100% de esgoto tratado do município.

São Ludgero será representado no evento pela Diretora Geral do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Judite Peters  Schurohff,  e o Assessor de Comunicação do Município, jornalista Bertoldo Kirchner Weber.

Para a diretora Judite, o êxito alcançado em 2018 pelo município teve como início uma decisão do poder público municipal tomada em 1988, de solicitar a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) apoio para elaboração do projeto para coleta e tratamento do esgoto sanitário no perímetro urbano. Também foi fundamental, o aporte de recursos da Funasa na implantação do sistema. “Em 2006, quando a cidade já possuía 98% de cobertura na área urbana, um anseio das comunidades de Bom Retiro e do Mar Grosso,  beneficiadas pelo do Projeto Microbacias  do Governo do Estado, através da Epagri,  e do interesse do Samae que capta  água na localidade de Bom Retiro, começou-se a investir no tratamento de esgoto doméstico na área rural, com o intuito de melhorar a qualidade da água utilizada pelas famílias rurais e  também da água para abastecimento  público. Esta parceria foi ampliada com a participação das secretarias municipais de Obras, Agricultura e Saúde, bem como a Vigilância Sanitária,  com a aprovação de uma Lei em  2011, que autorizava  a doação dos conjuntos de saneamento pela Prefeitura Municipal,  e o projeto foi sendo expandido  para outras comunidades. Em 2015, através de uma decisão de gestão tomada pelo então prefeito Volnei e pelo hoje prefeito Ibaneis, de chegar ao  100% de tratamento de esgoto sanitário (urbano e rural), a meta foi  lançada e com o esforço conjunto de várias mãos a exemplo do Samae, Prefeitura e suas Secretariais,  Epagri, chegamos com o tratamento em todos as residências”, detalha a diretora.

O Assessor de Comunicação, jornalista Bertoldo Kirchner Weber, que acompanhou o esforço conjunto dos vários setores públicos para atingir a meta, revela que inúmeros obstáculos e desafios foram superados. “Existiam trabalhos sendo realizados através da Epagri, Samae e Prefeitura, porém sem um enfoque prioritário. Convenci Volnei e Iba que poderíamos chegar ao marco zero, aos 100%, criando um projeto único, unindo esforços, e trabalhando em equipe na superação de todos os desafios. Depois de algumas reuniões iniciais, todos ao redor de uma mesa e aprovação, então, demos vida ao projeto ‘São Ludgero 100% esgoto doméstico tratado nas áreas urbana e rural’ e a partir dai foi muito trabalho e um bom investimento público para alcançar o resultado. Valeu a pena e o que mais emociona é que esta ação foi abraçada ao passar do tempo pela comunidade, agora com orgulho, entendendo que o resultado é somente benefícios para a própria população, às famílias”, pontua. Ele completa dizendo que mesmo a meta sendo alcançada em 22 de março de 2018, no Dia Mundial da Água, os trabalhos seguem, especialmente, na área rural. “Novas residências surgem, tem as fiscalizações que serão realizadas, enfim, é um projeto que não tem fim e segue em conjunto, em equipe, para manter a eficiência. Na área urbana o Samae segue com as melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto e redes coletoras”, enfatiza o Assessor. Ele aproveita para agradecer a confiança depositada pelos prefeitos Iba (Licenciado) e Alexandre (em Exercício) para representá-los no evento, ao lado da diretora Judite. “É mais um momento especial compartilhado com todos os envolvidos ao longo dos anos, a cidade de maneira geral, inclusive, os integrantes do Grupo Gestor que se empenharam muito na reta final”, resume.

Judite e Bertoldo ressaltam que a ida ao evento promovido pelo renomado Instituto, também, será importante para pedir apoio em relação a inclusão nos indicadores de cobertura de saneamento nacionais, os Sistemas Alternativos Individuais de Tratamento de esgoto sanitário, implantados na área rural, mudando a percepção governamental. “É uma oportunidade para pedirmos apoio ao Instituto no sentido do sistema ser levando em consideração, principalmente, na alimentação de sistemas e dados oficiais. Afinal, é eficiente se tiver manutenção e fiscalização. Mesmo que o importante é o resultado e o benefício à comunidade na prática, entendemos que o tratamento do esgoto na área rural deve ter reconhecimento governamental”, revelam.

O evento acontece dia 17 de setembro, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (ACIPI), na Rua do Rosário, 700, centro de Piracicaba (SP) das 08h15min às 12 horas. A premiação visa valorizar os esforços das cidades que investem constantemente para garantir esses serviços básicos para população, melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Colaboração :Bertoldo Kirchner Weber

 

 

 

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-