15 julho 2024 - 7:53

Indústria de alimento Auriverde celebra conquista do Selo de Conformidade Cidasc

Indústria de alimento Auriverde celebra conquista do Selo de Conformidade Cidasc

A Cooperativa Auriverde, localizada em Cunha Porã, celebra uma conquista no cenário agroindustrial, ao receber o Selo de Conformidade Cidasc (SCC) em uma cerimônia de certificação, realizada nesta segunda-feira, 20 de novembro, na sede da empresa. A certificação é concedida pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), através da implantação do Sistema de Gestão da Segurança dos Alimentos (SGSA) pela equipe técnica da Divisão de Classificação Vegetal (Dicla).

Essa certificação é resultado de um processo minucioso, realizado ao longo de meses de consultoria prestada pelos consultores da Cidasc, Wladimir Marcon Mendes e Cláudio Antonio Ranzi. Iniciado em fevereiro de 2022, o processo se estendeu até setembro de 2023, culminando na concessão do Selo SCC à Auriverde, que autorizou a utilização do Selo SCC nas embalagens dos produtos certificados.

Indústria de alimento Auriverde celebra conquista do Selo de Conformidade CidascDurante esse período, os técnicos agrícolas da Cidasc revisaram detalhadamente as planilhas de anotações do Procedimento Operacional Padrão (POP) e as Boas Práticas de Fabricação (BPF). Além disso, uma visita in loco à indústria foi realizada, abrangendo áreas cruciais como produção, sala de embalagem, sala de aditivos, empacotamento, armazenamento, expedição, e o entorno da indústria (pátio), moegas e silos. Segundo o presidente da cooperativa, Cláudio Post, “deixamos para celebrar essa conquista com os colaboradores, agora, no mês de novembro, com uma série de eventos e atividades festivas para reconhecer o esforço conjunto dos colaboradores”, afirma Cláudio Post, que expressou durante sua fala a alegria de comemorar este marco e relembrou a trajetória da empresa para atingir essa conquista.

Participaram da celebração da entrega do Selo SCC, pela Cidasc, a presidente da Cidasc, Celles Regina de Matos; o gestor Regional da Cidasc de Chapecó, Ivan Niederle Ulsenheimer; o gestor Estadual da Divisão de Classificação (Dicla) da Cidasc, Thiago dos Santos Borghezan; e os técnicos agrícolas Cláudio Antônio Ranzi e Wladimir Marcon Mendes. Autoridades, membros do conselho de administração da cooperativa, funcionários da empresa e imprensa também prestigiaram a cerimônia.

Indústria de alimento Auriverde celebra conquista do Selo de Conformidade CidascA presidente da Cidasc, Celles Regina de Matos, ficou impressionada com a organização e volumes de produção da cooperativa. “Entregar essa certificação no hoje, celebra a parceria público-privada e coroa o excelente trabalho realizado pelos profissionais da Cidasc, juntamente com a equipe Auriverde. Quando o empresário e seus colaboradores entendem a importância da certificação dos seus processos, sabemos que o produto final ofertado ao consumidor será com a garantia de qualidade e seguro para o consumo”, ressalta Celles Regina de Matos, presidente da Cidasc.

Indústria de alimento Auriverde celebra conquista do Selo de Conformidade Cidasc“Ao conquistar o Selo SCC, a Auriverde não apenas se junta a um grupo seleto de empresas certificadas pela Cidasc, mas também adquire um diferencial competitivo significativo. Este selo atesta para o consumidor que os produtos da Auriverde seguem padrões que resultam em produtos de qualidade, seguros para o consumo, e que estão presentes no comércio em todo o país”, frisa Celles.

Indústria de alimento Auriverde celebra conquista do Selo de Conformidade CidascA prefeita de Cunha Porã, Luiza Vacarin, falou em nome dos prefeitos da região. “É uma alegria imensa estar aqui comemorando esse marco. Fico muito feliz, quando encontro produtos cunha-porenses por este Brasil afora. E faço questão de mostrar para as pessoas que é um produto da nossa terra, desta gente que muito nos orgulha”, enaltece Luiza.

A certificação de processos é importante para todas as instâncias da sociedade, incluindo as cadeias produtivas, setor varejista e mercado consumidor, entidades de interesse social e entidades governamentais e, neste caso, se trata de certificação efetuada por agente público. Este trabalho é realizado pela Cidasc, através da Divisão de Classificação (Dicla), vinculada ao Departamento Estadual de Defesa Vegetal (Dedev), com prestação de serviços de livre adesão de empresas que trabalham com matéria-prima de origem vegetal.

Indústria de alimento Auriverde celebra conquista do Selo de Conformidade Cidasc“A Cooperativa Regional Auriverde, com mais de 5 mil cooperados e mais de 700 funcionários, desempenha um papel fundamental no beneficiamento de soja, milho, trigo e ração. Na produção de farinhas de trigo, alvo dessa certificação, a cooperativa demonstra seu compromisso não apenas com a excelência operacional, mas também com a segurança alimentar, refletindo o papel essencial que desempenha no agronegócio regional”, comenta o gestor Estadual da Divisão de Classificação (Dicla) da Cidasc, Thiago dos Santos Borghezan.

+Cooperativa Regional Auriverde

Fundada em 1968, a Cooperativa Regional Auriverde atua em suinocultura, avicultura, bovinocultura e grãos. O objetivo inicial dos fundadores da Cooperativa Agrícola Mista Cunha Porã era desenvolver as atividades econômicas, organizar a produção e a comercialização. Desde então, a atual Cooperativa Regional Auriverde vem desenvolvendo bons frutos com o relacionamento com seus associados, clientes e colaboradores, com muito esforço e trabalho em equipe, fazendo com que a cada dia, tanto a Auriverde como seus produtos, sejam reconhecidos em todo o país.

A Cooperativa Auriverde é uma agroindústria produtora de farinha de trigo, as marcas comerciais certificadas são: Auriverde, Claríssima e Realta. A cooperativa também aderiu ao SCC em mais uma atividade realizada em suas dependências, no processo de panificação, que está em fase de consultoria.

+Selo de Conformidade Cidasc (SCC)

Desde a criação do Selo de Conformidade Cidasc (SCC) em 2015, várias empresas participaram do programa. Hoje há 16 agroindústrias certificadas com o Selo e 12 em processo de certificação. Podem aderir ao programa empresas de produção, beneficiamento, processamento e comercialização de produtos de origem vegetal destinados ao consumo humano. Grãos, farinhas, frutas, geleias e conservas são alguns exemplos de produtos elegíveis para o Selo de Conformidade Cidasc (SCC).

Os produtos certificados com o Selo de Conformidade Cidasc (SCC), se tornam um diferencial competitivo, que atesta para o consumidor que aquele fabricante segue padrões que resultam em um produto de qualidade, seguro para o consumo, e estão presentes no comércio em todo o país. Em 25 países espalhados pelo mundo.

As empresas certificadas passam por auditorias periódicas, para mostrar que as boas práticas continuam sendo seguidas após a conquista do Selo. Você encontra mais detalhes sobre como é o processo de certificação neste link.

Por Alessandra Carvalho: Assessoria de Comunicação – Cidasc

- Anúncio -
-Anúncio-