21 maio 2024 - 3:49
- Anúncio -

Governo estadual e Celesc anunciam a implantação de 500 km de rede trifásica em áreas rurais de SC

Diante da grande importância econômica do agronegócio em Santa Catarina, a melhoria da rede elétrica no interior passou a ser prioridade para o Governo do Estado. Por isso, nesta terça-feira, o Governo do Estado e a Celesc anunciaram a substituição de 500 quilômetros de rede monofásica por trifásica, permitindo que o produtor tenha mais disponibilidade e qualidade de energia elétrica. A coletiva para a imprensa foi realizada no final da manhã desta terça-feira na Casa da Agronômica, em Florianópolis. Entre as regiões beneficiadas estão o Oeste, o Planalto Serrano, o Planalto Norte e o Alto Vale.

“Hoje tem empresa na área rural que gera mais emprego e renda do que muitas indústrias. São fábricas que têm uma importância econômica e social enorme e que estão sofrendo com a falta de energia de qualidade. Isso não combina com Santa Catarina. Por isso, o investimento em energia trifásica foi um compromisso assumido e que estamos começando a cumprir com este evento. Nosso governo valoriza e prestigia quem produz”, destacou o governador Jorginho Mello, que no anúncio foi acompanhado pela vice-governadora Marilisa Boehm.

O investimento total será de R$ 40 milhões em recursos da própria estatal, R$ 30 milhões em 2023 e mais R$ 10 milhões em 2024. Cerca de 20 mil consumidores devem ser contemplados com o investimento. A melhoria irá viabilizar ampliações de fábricas e automatizações que exigem uma demanda maior de energia. Serão beneficiados, por exemplo, produtores que precisam climatizar um galpão ou implantar ordenhas mecânicas. A rede trifásica também irá reduzir o número de quedas de energia, o que gera prejuízos na produção.

O presidente da Celesc, Tarcísio Rosa, também destacou a importância do investimento. “A Celesc tem o compromisso e a responsabilidade de auxiliar quem gera emprego e renda, contribuindo com o desenvolvimento de Santa Catarina. Essa foi a missão dada pelo governador Jorginho Mello. Tenho recebido muitas demandas de empresas, que precisam desse suporte para continuar contribuindo com Santa Catarina”, frisou ele.

O ato reuniu lideranças de diversas associações do setor do agronegócio catarinense: como a FAESC, a FETAESC, o SindiCarne, OCESC, SindiLeite, ACCS, entre outras; o secretário de Agricultura, Valdir Colatto, o secretário da Fazenda, Cleverson Siwert , deputados federais e deputados estaduais.

“Parabéns ao governador pelo investimento que irá valorizar o homem do campo. A energia trifásica fará toda a diferença para os nossos produtores, que precisam de energia e Internet de qualidade para produzir. Só assim vamos conseguir fixar o homem no campo”, disse o secretário da Agricultura.

Comunicação Celesc

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-