13 abril 2024 - 4:20
- Anúncio -

Governador e lideranças da Segurança dão início em Criciúma à Operação Ordem Pública

O governador Jorginho Mello lançou na sexta-feira, dia 03, em Criciúma, a Operação Ordem Pública Sul Catarinense. Em evento prestigiado na Associação Empresarial de Criciúma, um reforço de policiais militares saiu do local para dar início a ações de segurança ostensivas para prevenção a crimes. Também foram anunciados equipamentos e viaturas para a Polícia Civil.

“Estamos aqui todos juntos, Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Científica, juntos, em uma força-tarefa para combater a criminalidade. É para ligar o radar”, disse o governador Jorginho Mello no lançamento das ações de combate ao crime.

“Além do efetivo da cidade de Criciúma e região, nós trouxemos efetivo da Capital, do BOPE, do Choque e Canil. Estamos empregando 32 viaturas e dois helicópteros, que já estão sobrevoando a área”, explicou o comandante da PMSC, Aurélio Pelozato.

Estiveram presentes também a perita-geral da Polícia Científica, Andressa Fronza, e o delegado-geral da Polícia Civil, Ulisses Gabriel.

Na Civil, foram entregues 11 viaturas (investimento de R$ 1,082 milhão) para atender os municípios de Criciúma, Nova Veneza, Siderópolis, Treviso, Balneário Rincão. Outros sete computadores, somando investimento de R$ 39 mil, irão para as delegacias de Içara, Lauro Muller, Orleans e Treviso.

“A criminalidade nunca vai conseguir enfrentar o peso do Estado de Santa Catarina”, garantiu o delegado-geral Ulisses Gabriel. Além dos investimentos, a Polícia Civil está reforçando a equipe na região com dois novos delegados e mais dois novos agentes para as investigações.

O esforço para melhorar a segurança foi reconhecido por lideranças políticas e da sociedade, que prestigiaram o evento, como o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, além de deputados estaduais e federais da Região Sul. “Em um mês o governador já está mostrando a que veio, com várias ações. O governador tem desenvolvido muitas iniciativas em favor de Santa Catarina”, disse o presidente da Acic, Valcir José Zanette.

Fonte: SECOM

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-