1 março 2024 - 6:49

Gaeco deflagra operação para combater cartel na prestação de serviço funerário em Criciúma

A operação em apoio à 29ª Promotoria de Justiça da Capital e à 6ª Promotoria de Justiça de Criciúma está cumprindo 20 mandados de busca e apreensão.

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), em apoio à 29ª Promotoria de Justiça da Capital e à 6ª Promotoria de Justiça de Criciúma, deflagrou na manhã desta terça-feira a operação “Mercadores da Morte”. Estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão a fim de apurar suposto crime contra a ordem econômica, conhecido como cartel, crime na relação de consumo e crime contra a paz pública.

O procedimento investigatório criminal foi instaurado em 2022 e desde então a 29ª Promotoria de Justiça da Capital vem apurando supostas irregularidades envolvendo a prestação de serviços funerários. Segundo a apuração, o esquema teria começado em Florianópolis e estaria se expandindo para Criciúma, utilizando o mesmo modus operandi. Empresas do ramo funerário estariam estabelecendo regras e valores superfaturados dos serviços e juntas estariam controlando os preços para que não haja concorrência.

Participam da operação 118 Policiais que integram o GAECO e os mandados estão sendo cumpridos em Florianópolis, São José e Criciúma.  Até o momento já foram apreendidos documentos relacionados a edital de concorrência pública, documentos relacionados a renovação, celulares, dinheiro, entre outros.

GAECO

O GAECO é uma força-tarefa composta, em Santa Catarina, pelo Ministério Público de Santa Catarina, pelas Polícias Militar, Civil, Penal, Polícia Científica e Rodoviária Federal, pela Receita Estadual e pelo Corpo de Bombeiros Militar e tem como finalidade a identificação, prevenção e repressão às organizações criminosas.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC.

 

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-