13 junho 2024 - 4:58
- Anúncio -

Foragido suspeito de estrupo em trilha vem a óbito em confronto com a Polícia

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio de ação conjunta da Divisão de Investigação Criminal da Itajaí (DIC) e da DPCAMI de Itajaí, prendeu, no início da noite de 20/03/2024, suspeito do cometimento de duplo estupro e roubo na Praia Brava, cidade de Itajaí.

Na data de 14/03/2024, por volta das 17h00min, duas mulheres, de 20 e 22 anos, ao realizarem a trilha do Morcego, foram abordadas por um indivíduo, que as obrigou a voltarem pelo mesmo caminho, mediante grave ameaça, pois fazia menção de estar armado. Ao chegar em um local específico, mandou as vítimas deitarem e amarrou-as, passando a tocá-las de forma libidinosa. Após o ato, deixou o local, levando consigo o aparelho celular de uma das ofendidas.

Ao ter conhecimento dos fatos, DPCAMI de Itajaí iniciou investigação e, após análise de dados e cruzamento de informações, identificou o suspeito, um homem de 42 anos. A autoridade policial, então, representou pela prisão preventiva do investigado, sendo deferida pelo juízo da Comarca de Itajaí na noite do dia 19/03/2024.

Na madrugada de hoje, 20/03/2024, a DIC de Itajaí iniciou diligências para localização e captura do suspeito, o qual já havia se evadido de sua residência há alguns dias. Após mais de 14 horas de buscas, o foragido foi capturado em um hotel na cidade de Tijucas, quando se dirigia até o terminal rodoviário para embarcar em direção ao município de Campinas, estado de São Paulo.

Ao avistar a equipe da DIC de Itajaí o suspeito tentou evadir e resistiu violentamente a prisão. Verificou-se ainda que o investigado informou o nome falso para registro na recepção ao se hospedar. Diante dos novos fatos, o mesmo foi autuado em flagrante delito pelos crimes de resistência e falsa identidade.

Durante a finalização dos procedimentos, o suspeito conseguiu se evadir.

Diante da fuga, a Polícia Civil, com forte colaboração da Polícia Militar, Guarda Municipal de Itajaí, Bombeiro Militar e Defesa Civil, iniciou procedimento de buscas.

Na noite de hoje, após 26 horas de buscas ininterruptas, o foragido foi abordado após invadir uma residência no bairro Fazenda. Assim como na primeira prisão, reagiu, dessa vez se utilizando de uma faca, vindo a ser alvejado e neutralizado frente à injusta agressão.

No total as diligências de captura do foragido duraram 44 horas.

O investigado tinha contra si diversas condenações criminais que somavam mais de 24 anos de condenação pelos crimes de estupros, furtos e roubos

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<