13 junho 2024 - 1:52
- Anúncio -

Filho escolheu a dedo qual dos pais mataria e crueldade choca até a polícia

O homem de 18 anos investigado por planejar a morte dos próprios pais em Indaial, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, disse à Polícia Civil que cometeu os crimes porque os dois não o tratavam como filho, mas como mero funcionário. Ele trabalhava na empresa do pai.

Conforme a investigação, na madrugada de segunda-feira (29), ele e um amigo atacaram as vítimas com golpes de faca. O pai, Márcio Elizeu Melo, um empresário de 45 anos, morreu. A mãe, de 39 anos, sobreviveu e seguia no hospital até 15h45 desta sexta (2), de acordo com a Polícia Civil.

 Segundo apurado, o crime foi arquitetado e executado pelo próprio filho do casal, na companhia de um amigo. O jovem meticulosamente escolheu qual dos pais ele mesmo mataria, planejando o crime ao longo de pelo menos dois meses

Após serem empreendidas diversas diligências pelo Setor de Investigação, o Delegado de Polícia de Indaial, Filipe Martins, representou pela prisão temporária dos suspeitos. Após o deferimento judicial, ambos foram presos na quinta-feira (1) e encaminhados ao Presídio. O filho, após a prisão, foi interrogado e confessou o crime, bem como a proposta de pagamento de recompensa ao coautor e as circunstâncias do crime.

O filho teria proposto R$ 50 mil reais e mais um veículo do casal para o amigo dele o auxiliar a executar as mortes dos pais. Segundo informações da investigação, o plano de morte dos pais já havia sendo executado há aproximadamente dois meses. A investigação da Polícia Civil prossegue para a total elucidação do caso.

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<